Tuesday, March 29, 2011

25-Jogos de Guerra - 2

The inconsistency between what America says and what America does seemed obvious when it came to Egypt...

RUSSIA TODAY TV-Videos
youtube.com/user/RussiaToday#g/u

O leitor poderá observar a outra face desses episódios conforme vistos pela sociedade russa e comentados pela reportagem deste canal dirigido para o mundo de língua inglesa.

obs- Brasil, Russia China, India e Alemanha haviam votado em branco na sessão da ONU em apoio ao cessar-fogo já estabelecido… ao invés de vetar a resolução de “exclusão aérea”, o que surpreendeu muitos jornalistas…
O veto supostamente daria ao Gov Líbio o direito de defesa ou ataque aéreo, o que não seria necessário no momento: A “exclusão aérea” tacitamente só poderia funcionar se o governo líbio estivesse movimentando seus aviões militares…
Utilizando-se do termo “exclusão aérea” de modo eufemístico como sempre, violando a letra da decisão da ONU, utilizando-se de sua “mídia” como “arma” de guerra, atacando Tripoli, os norte-atlânticos mais uma vez realizaram um “ato de guerra” contra a carta da ONU, e contra os interesses dos outros países da mesma…


Press TV/Reuters, março 31 – Vigário Católico de Tripoli diz que pelo menos 40 civis foram mortos em consequência dos ataques aéreos lançados pelos EUA e seus aliados sobre a capital
presstv.ir/172440.html
obs- notícia devidamente suprimida pela Reuters em seu site principal e não distribuída para o noticiário ocidental…!

Carta Aberta de Médicos Russos ao Presidente da Federação Russa
Tripoli, março 24,
Bombas e foguetes atingiram prédios residenciais e caíram próximo ao hospital... no edifício do setor de maternidade para grávidas com doenças cardíacas uma parede ruiu e parte do telhado. Isso resultou em dez casos de perda dos bebês, os médicos lutando pela vida das mães.
Em fevereiro, a vida pacífica deste povo foi violada por gangues de jovens criminais, insanos e drogados - aqueles a quem os meios de comunicação ocidentais por alguma razão dizem estar em "demonstrações pacíficas". Estes estavam se utilizando de armas e atacaram delegacias policiais, departamentos governamentais, unidades militares - resultando em derramamento de sangue. Aqueles que os dirigem seguem um objetivo claro - criar o caos e estabelecer o controle sobre o petróleo líbio.
Afirmamos que o genocídio está desta forma sendo executado pelos EUA e seus aliados contra o povo líbio – assim como foi o caso na Iugoslávia, Afeganistão e Iraque. Crimes contra a humanidade, executados pelas forças da coalizão similares aos crimes cometidos pelos pais e avôs dos líderes atuais do Ocidente e seus capatazes em Hiroshima e Nagasaki no Japão, e em Dresden na Alemanha, outros lugares onde civis foram também massacrados a fim de se deter, de se esfacelar a vontade das pessoas em resistir…
uruknet=76299

obs- Com todas as evidentes relações dos mercenários muçulmanos fundamentalistas (Jihadistas, Wahabistas) com a inteligência secreta ocidental, o termo “al-Qaeda” passou a designar todos estes mercenários num sentido genérico e não próprio de alguma organização real, conforme os relatórios dos especialistas abaixo, incluindo-se a Academia de West Point que, por suposto, defende os interesses da sociedade norte-americana, e não das elites da NovaOrdemMundial (NWO):

Comandante Rebelde Líbio admite que seus combatentes têm ligações com al-Qaeda
The Telegraph, março 25
Abdel-Hakim al-Hasidi, o líder rebelde líbio disse que Jihadistas que lutaram contra as tropas (ocidentais) aliadas no Iraque estão nas linhas de frente da batalha contra o regime de Muammar Gaddafi.
telegraph.co.uk/worldnews/libya/8407047.html

Os Rebeldes Líbios da CIA
Os rebeldes claramentes não são civis, mas uma força armada. Qual tipo de exército armado?
Webster Griffin Tarpley PhD, março 24
Esse estudo é baseado numa massa de cerca de 600 fichas de arquivo pessoais do “al-Qaeda” [aspas nossas] que foram capturados pelas forças dos EUA no outono de 2007, e analisadas na Academia Militar de West Point. O estudo resultante nos permite fazer importantes descobertas acerca da mentalidade e estruturas de crença da população do Nordeste Líbio que estão dando base para a rebelião, com importantes conclusões acerca da natureza política da revolta anti-Qaddafi nesta região.
tarpley.net/2011/03/24

A Inteligência Britânica Trabalhou junto com Al Qaeda para Matar Qaddafi
Gerald A. Perreira, Global Research, março 25
Esta não é a primeira tentativa dos antigos poderes escravagistas e coloniais para linchar Qaddafi e pôr de joelhos a Líbia. Em 1986, os EUA falsamente acusaram a Líbia de bombardear uma discoteca em Berlim. O Presidente Ronald Reagan tentou assassinar Qaddafi por meio do bombardeio de sua residência em Bab al-Azizia em Tripoli. A filha de Qaddafi e mais de uma centena de de Líbios foram mortos. Em seguida a Líbia foi falsamente acusada do bombardeio em 1988 do avião da PanAm em Lockerbie, como um pretexto para o início de sanções [embargo comercial por meio da ONU], a fim de arruinar o país.
Muammar Qaddafi e as forças revolucionárias líbias foram os primeiros a emitir uma orderm de prisão contra Osama bin Laden. O governo líbio passou anos mandando avisos ao mundo acerca da ameaça bastante séria representada por estes marginais islâmicos... A inteligência ocidental se fez de surda aos avisos da Líbia porque eles estavam de fato cooperando com o group Al Qaeda dentro da Líbia para derrubar Quaddafi e a Revolução Líbia...
Em 1744 uma aliança foi foi formada entre o fundador do Wahabismo, Muhammad ibn Abdal-Wahhab e o implacável lider tribal Muhammad ibn Saud, cujos descendentes reinam sobre a Arábia Saudita até nossos dias. Esta categoria reacionária do Islam era a fundação teológica perfeita para a criação colonial do Reino da Arábia Saudita, e o Wahabismo permanece sendo a tendência islâmica na Arábia Saudita até hoje.
Desta vez, os Britânicos estão convocando… o regime saudita, e seu atual exército de Wahabistas na forma do al Quaeda, para se associarem numa cruzada medieval para esmagar um bastião do Islam revolucionário, que é a Líbia que conhecemos.
Por que, com todo o alarde no Ocidente acerca dos direitos da mulher no mundo islâmico, o regime saudita, que nem mesmo permite que as mulheres votem, ou dirijam, nunca é denunciado? Ao invés, eles são os mesmos que os Norte-Americanos, Britânicos e Franceses estão convocando para os seguirem na destruição da Líbia, que fez a liberação das mulheres e se esforçou para trazer uma democracia real para seu povo.
globalresearch.ca/index=23957

O Sangue da Líbia pelo Petróleo – A Guerra do Vampiro
Susan Lindauer, Março 28
Interview to Russia Today TV, abril 02
Former U.S. Intelligence Asset Who Covered Libya at the United Nations 1995-2003. Author of Extreme Prejudice: The Terrifying Story of the Patriot Act and the Cover-ups of 9/11 and Iraq
Quem nós estamos iludindo? Os EUA, a Inglaterra e a OTAN não se importam em bombardear civis para conter uma rebelião. Seus militares bombardeiam civis todos os dias sem complacência. Eles destruíram a maior parte da infraestrutura de vida comunitária no Iraque e Afeganistão antes de lançarem suas atenções para a Líbia.
No mês de outubro passado, os dois gigantes do petróleo nos EUA – Chevron e Occidental Petroleum – tomaram uma decisão supreendente de se retirarem da Líbia, enquanto que a China, Alemanha e Itália continuaram, assinando contratos significativos com o governo de Gadhaffi.
Na condição de operativa do governo dos EUA [U.S. Asset] que deu início às negociações para o Julgamento do Caso Lockerbie com os diplomatas líbios eu tinha estreitas ligações com a Missão da Líbia na ONU de 1995 a 2003. Dado meu longo envolvimento na saga do Caso Lockerbie, eu continuo até hoje a dispor de acesso aos rumores de alto nível de inteligência acerca da Líbia,
[obs- Servindo no Iraque antes da invasão de 2003, Susan Lindauer não seguiu os planos da Casa Branca para acusar o Iraque de possuir "armas de destruição em massa". Sendo prima do Chefe de Gabinete do gov Bush, foi presa numa instalação militar pelo governo por 8 meses e depois numa clínica psiquiátrica por 6 meses. Desde então ela tem escrito sobre os golpes de inteligência-militares nos EUA, como o Set-11. Veja seu histórico no Rense.com.]
Foi em julho que eu comecei a ouvir falar que Gadhaffi estava exercendo forte pressão sobre as companhias de petróleo dos EUA e Inglaterra para coletar tarifas especiais e resgates para cobrir os custos do reembolsos feitos pela Líbia às famílias do caso da PanAm 103. Os pagamentos para os danos da explosão do avião em Lockerbie haviam sido uma das condições principais para o término das sanções da ONU contra a Líbia que se estenderam de 1992 a 2003. E é claro, as Nações Unidas forçaram Gadhaffi a entregar dois sujeitos de nacionalidade líbia para um julgamento especial na Corte de Haia, embora todas as pessoas com credibilidade estavam plenamente conscientes da inocência da Líbia no Caso Lockerbie.
Conhecendo Gadhaffi tão bem como o conheço, eu estava convencida de que ele seria capaz de fazer tudo aquilo. Ele tentou ganhar tempo até que pudesse extorquir compensações das companhias de petróleo dos EUA...
Agora ele estava executando sua vingança. Como se poderia esperar, (os chefões) nos EUA ficaram pulando feito loucos por causa disso. Gadhaffi não estava aceitando o jogo nos termos que os Sanguessugas do Petróleo queriam. O Vampiro de nosso tempo – a Indústria do Petróleo – avança pela Terra inteira, sugando a vida de cada uma das nações para alimentar sua sede de lucros. Aconteceu que quando eles tentaram pôr as mãos na Líbia, Gadhaffi assumiu o papel de um Robin Hood contemporâneo, que insistiu em dar compensações a seu povo pelos custos que tiveram que sofrer com os embargos da ONU.

Testemunhas de acusação confessaram ter recebido pagamentos de $4 milhões… O veredicto no julgamento do caso Lockerbie estava cheio de furos para início de conversa. Qualquer pessoa que saiba alguma coisa sobre terrorismo nos anos 80 sabe que a CIA veio a se envolver no tráfico de heroína a partir do Vale do Bekaa durante a crise dos reféns no Líbano. A conspiração em Lockerbie havia sido uma operação false flag [atacar as próprias forças//pôr a culpa num inimigo] para sufocar uma investigação conjunta da CIA e da Inteligência da Defesa, caracterizando o ataque como uma retaliação da Jihad Islâmica, para em troca poder continuar protegendo a rede de comércio de heroína.
Fora um ato monstruoso! Porém condenar Megrahi para encobrir o trabalho da CIA no tráfico de heroína pareceu a muitos dos [observadores] no caso Lockerbie como violentamente injusto. Acrescente-se a isso a corrupção das testemunhas que foram compradas - $4 milhões para cada artista – e a sentença de prisão perpétua para Megrahi, que atingiram o nervo da obscenidade.
E a Gadhaffi pareceu como uma dolorosa ofensa, igualmente – as Nações Unidas haviam forçado a Líbia a entregar de bandeja $2,700 bilhões em danos às famílias da Lockerbie…
rense.com/general93.htm

Quem são os Combatentes pela Liberdade na Líbia e seus Patrões?
Global Research, março 25
Prof. Peter Dale Scott, former Canadian diplomat and English Professor at the University of California, is the author of American War Machine: Deep Politics, the CIA Global Drug Connection and the Road to Afghanistan.
globalresearch.ca/index=23947


Gaddafi e Nasser em 1969

“Operação Libya” e a Batalha pelo Petróleo:
Redesenhando o Mapa da Africa
Michel Chossudovsky, Março 09
globalresearch.ca/index=23605

Timothy Bancroft-Hinchey, Pravda, março 07
port.pravda.ru/mundo/07-03-2011/31350
Quantos deles afirmaram que os sub-nutridos são de 5 por cento, menos do que em muitos Estados da União Europeia, quantos nos informaram que para combater a subida dos preços, o governo da Líbia aboliu todos os impostos sobre os alimentos, quantos deles disseram que a taxa de mortalidade infantil na Líbia é o menor em toda a África?
Interessante é que no meio das suas diatribes anti-Khadafi, eles esqueceram de nos avisar que o Índice de Desenvolvimento Humano na Líbia é o mais alto de qualquer dos 54 Estados africanos; nem nos informaram que a taxa de pobreza na Líbia é menor do que a da Holanda.

A Operação de Inteligência que Falhou na Líbia:
O Desastroso "Serviço de Inteligência Secreta" Britânico
Felicity Arbuthnot, Global Research, march 12
globalresearch.ca/index.php?context=va&aid=23660
Mesmo pelos padrões de uma Ilha ao largo da Europa já quase na bancarrota, sendo dirigida no momento, quase inteiramente por uma tropa de milionários que parecem fanatizados e sem contato com a realidade, a diplomacia de canhoneira dos Srs. Cameron (Prim. Ministro), Fox (Min. Defesa) e Hague (Rel. Exteriores) foi uma farsa monumental de proporções históricas.
“Uma pequena equipe diplomática britânica”... de acordo com Willian Hague, “havia entrado na Líbia (ilegalmente) para fazer contato com os rebeldes do Conselho Nacional em Benghazi.” Liam Fox, cantando o hino na mesma partitura disse à (agência) ITN que: “uma pequena equipe diplomática” estava conversando com os rebeldes. Não foi bem isso. Uma equipe de oficiais de “forças especiais” havia sido capturada por um grupo de guardas que davam proteção à Companhia Agrícola Al-Khada, a cerca de 28 km de Benghazi, que foram alertados pelo barulho ensurecedor da propulsão dos helicópteros.
Eles foram detidos, imobilizados e entregues ao conselho revolucionário em Benghazi.
Um membro da hierarquia do conselho disse ao jornal Guardian: “Eles estavam carregando equipamento de espionagem e de reconhecimento, múltiplos passaportes, armas...”

A Hipocrisia continua: Primeiro Ministro Cameron é acompanhado por Mercadores de Armas em Visita ao Egito - para Promover a Democracia
Daily Mail, febr 22
dailymail.co.uk/news/article-1359316/


Monday, March 14, 2011

24-Japão High-Tech: Globalização vs Geofísica


O Japão tem vastas reservas não aproveitadas de energia eólica na orla costeira, a única alternativa prática para a energia nuclear e combustíveis fósseis.

Reação em Cadeia Periódica na Unidade 01:
Emissão de Neutrons com Fissão no Núcleo do Reator

Dr. Arnie Gundersen, Nuclear Engineer, april 03
vimeo.com/21881702


A Mais Recente Imagem por Satélite do Pátio de Usinas Fukushima - nos Traz um Relato que Exige Sobriedade
Chris Martenson, April 01
Nós não sabemos ainda o suficiente para concluir o quanto de fissão espontaneamente já ocorreu, porém temos forte suspeita de que o valor é mais que zero.
chrismartenson.com/blog/55711


Reator no. 2 em Fukushima Sofre Ruidosa Explosão INTERNA
Yoichi Shimatsu, Março 15, 07:30 hs no Japão
rense.com/general93/fuku.htm


Engenheiro nuclear: Incêndio de hastes de urânio no reator de Fukushima seria como Tchernóbil com estimulantes
K. J. Murphy, Março 14
my.firedoglake.com/kirkmurphy/2011/03/14


Fukushima: Modelo de Reator Nuclear Série 01 Levou à Demissão de Cientista da GE em Protesto
ABC News, Março 15
Há 35 anos, Dale G. Bridenbaugh e dois de seus colegas na General Eletric renunciaram a seus contratos de trabalho após terem se tornado cada vez mais convencidos de que o modelo de reator que eles estavam revisando – Série 01 – era tão cheio de falhas que poderia levar a um acidente devastador.
abcnews.go.com/Blotter/fukushima=13141287


March 13 - Emergency Special Report:
Terremoto do Japão, Catástrofe Nuclear sendo Encoberta
Yoichi Shimatsu - Global Research
globalresearch.ca/index=23676

Yoichi Shimatsu currently with Fourth Media (China). Former editor of the Japan Times Weekly, has covered the earthquakes in San Francisco and Kobe, participated in the rescue operation immediately after the Indian Ocean tsunami in 2004 and led the field research for an architectural report on structural design flaws that led to the tsunami death toll in Thailand.


O poder aterrador da natureza, com todo o temor que por ele podemos ter, é somente tão extenso quanto a vulnerabilidade de nossa civilização, pelos próprios humanos produzida. Logo após o natal de 2004, eu me fiz voluntário para operação de resgate no dia seguinte ao tsunami do Oceano Índico, e simultaneamente fiz um estudo de campo sobre as causas das fatalidades no Sul da Tailândia nos locais próprios. O relatório, publicado pelas Universidades de Thammasat e Hong Kong, concluiu que o nível elevado das águas não foi a causa única para o maciço número de fatalidades. Não, são as construções que matam – para ser específico, estruturas mal-projetadas, sem saídas de escape até os telhados ou, em nossa cobiça por terrenos e propriedades, situadas no meio de lagoas drenadas e leitos de rio, ou em aterros instáveis. No desastre de Tohoku [tsunami de 11 de março], um ultramoderno aeroporto de Sendai se recolheu indefeso inundado por todos os lados, enquanto próximo dali uma monstruosa corrente negra varreu casas inteiras rio acima.
Muitas pessoas assumem que os meticulosos japoneses estão entre os mais responsáveis cidadãos do mundo. Na condição de um jornalista investigativo que cobriu o terremoto de Hanshin (Kobe), e o atentado com gases no metrô subterrâneo de Tóquio, peço licença para discordar. O Japão é o melhor lugar entre todos para se organizar encobrimento oficial de notícias.

Crise nuclear sendo encoberta
A tendência recorrente de se negar erros sistemáticos – “a fim de se evitar o pânico do público” – está enraizada na determinação de uma burocracia entrincheirada em se proteger a si mesma, ao invés de em qualquer um dos propósitos assumidos de se servir à nação ou a seu povo. Esta é a regra silenciosa número um na maioria dos governos, e a questão é que o Japão não é nenhuma exceção luminosa.

O Japão tem vastas reservas não aproveitadas de energia eólica na orla costeira, a única alternativa prática para a energia nuclear e combustíveis fósseis.
Contudo o lobby da energia nuclear, os chefões das companhias de carvão e petróleo conseguiram forçar as ações nos governos e indústrias para que teimosamente se recusassem a investir em engenharia avançada e eficiente de turbinas, incluindo-se rotores de levitação magnética que eliminam a necessidade de suspensões que ocasionam perda energética por atrito

12 de Março, 12:00 hs no Japão
O derretimento prossegue... A Agência de Segurança Industrial Nuclear do Japão relatou que isótopos radioativos de cesium e iodo foram detectados por uma estação de monitoramento na usina nuclear n.1 de Fukushima. A presença destas substâncias em amostras de ar é um indicador seguro de que uma reação em cadeia incontrolável foi iniciada. Hastes de urânio super-aquecidas [sem refrigeração] entraram em fissão nuclear, perfurando seus envoltórios metálicos de proteção.
On-site back-up batteries that run the control system were depleted of power within 8 hours of the blackout.

13 March, 08:00 hs - Tokyo Time
Following a high-level meeting...The censorship is being carried out following the imposition of the Article 15 Emergency Law.
So what caused the explosion that blasted away the reinforced concrete roof and walls? Silence.

Unbeknownst to the world, China has world-leading expertise in extinguishing nuclear meltdowns and blocking radiation leaks at their uranium mines and military nuclear plants. Moscow too, is offering unconditional aid, despite ongoing territorial conflict with Japan over four northern islands.


Post-Tsunami Situation at the Fukushima Daiichi Nuclear Power Plant
Arjun Makhijani, Ph.D., March 14
ieer.org/comments/Daiichi-Fukushima-reactors_IEERstatement.pdf


Carbon-Free and Nuclear-Free
Arjun Makhijani, Ph.D.
ieer.org/carbonfree/CarbonFreeNuclearFree.pdf