Monday, December 3, 2012

29 - O que será mesmo o Governo em Washington

















Ernesto Gómez Abascal
rebelion.org/id=Ernesto%20G%F3mez%20Abascal&inicio
rebelion.org/noticia=150004

REAL LYBIA
youtube.com/watch?v=9hlOhymEY7c

Truth about Lybia
mathaba.net/news=626507

Monstruoso Ataque Salafista
resistencialibia.info/=5474
Las bestias salafias, zafias, salvajes, sangrientas e ignorantes, fanatizadas por mollahs renegados sauditas y armados por la CIA han enviado un "mensaje" muy claro sobre el desprecio que sienten por la ciencia, la educación, el conocimiento, la universidad y el progreso al pueblo sirio. Tenía la forma de 2 misiles entregados por la CIA y pagados por los sauditas que han impactado en las aulas de la Universidad de Alepo cuando los estudiantes realizaban sus exámenes. 80 personas han caído asesinada en este acto de barbarie contra la ciencia y también contra el Islam.

















Mathaba port
pt.mathaba.net/

Praça Verde, 01 de Julho de 2011
vimeo.com/25897585

CIA Invasion of Lybia
mathaba.net/news/=627018

Tarpley: The Unauthorized George Bush
tarpley.net/online-books/george-bush-the-unauthorized-biography


video

Tavistock Institute: Formar e Controlar a Opinião Pública
educate-yourself.org/cn/tavistockarticles.shtml

educate-yourself.org/links.shtml
opednews.com/articles/Are-Banksters-the-Fed.html
opednews.com

The Richard Sauder Briefing
youtube.com/watch?v=wpWA1FrTOoE

... Nós temos agencias que de fato tem programas concretos de controle mental tais como o MK-ultra da CIA ...
... o alimento que comemos está cheio de substâncias químicas que influenciam nosso sistema nervoso ...
... eles usam estes indivíduos bastante como fantoches, um sujeito como o presidente dos EUA, ou da França ...
... é possível à elite regente criar dinheiro digitalizado, com alguns golpes no teclado em seus maciços super-computadores, eles criam dinheiro literalmente do vento, a partir de nada, eles se viram para o outro lado e emprestam aquele dinheiro a juros...




















Oooh...! Vocês ainda acreditam que eu sou o mesmo... que eu sou o mesmo senador do partido democrata que teria vencido as eleições em 2008? Vocês não percebem que eu sou um cara diferente, que todo dia tenho que ensaiar o script do meu discurso... vocês não percebem que eu sou um ator, com todos os maneirismos pré-fabricados de um canastrão, como cópia dos gestos do Barackinha original...! Sim, eu sou um sósia, eu fiz plástica, eu sou um rapaz esforçado... Porém, vocês podem querer perguntar enfim: onde está o Obama Barack original??

Sarkozy
voltairenet.org/article157832
voltairenet.org/article157821

Evidências avassaladoras mostram a fraude eleitoral, abusos foram decisivos para o resultado final
www.wnd.com/2012/12/did-obama-steal-the-2012-election
















Dezembro 2012 - Notícias, confissões, contra-informações de caráter contraditório confirmam versão da superioridade russa em tecnologia militar global, dispensando o uso de porta-aviões, entre outros aspectos... A superioridade estratégica russa (desde os anos 90 pelo menos) seria a explicação para o excesso de cautela de sua parte: neste caso seria do interesse do sistema “illuminati” as provocações incessantes para a guerra total; ao passo em que para russos, chineses e iranianos a destrutividade de uma guerra total não seria necessária, na medida em que podem conter estrategicamente o adversário. Isso explica ainda a constante hesitação de militares ianques e israelenses ao longo dos anos em executar as “ordens de ataque”...

Engdahl discusses Putin's Geopolitical Chess
engdahl.oilgeopolitics.net/print/Putin%20Chess

A propaganda para acusar uma intenção do governo Sírio em usar “armas químicas” não rendeu crédito: agora a histeria é dirigida no sentido de que “os mercenários salafistas vão se apoderar das armas químicas e usá-las contra Israel!!” – o que é uma confissão da falta de sentido em se armar os invasores mercenários supostamente fundamentalistas, até então os piores inimigos do Ocidente:
debka.com/article/22618/US-pulls-war-fleet-from-Syrian-water
Ou então é uma confissão da velha estratégia dos "dominós": a intenção seria fazer com que Israel se sinta ameaçada, para iniciar a guerra total. Caso o interesse fosse "preservar o povo judeu", a estratégia seria outra: como de fato podemos ler diariamente, há anos, no Haaretz, principal jornal israelense, que faz oposição às políticas militaristas sionistas.
Enquanto isso, os “turcos estão decepcionados”, depois que os dois porta-aviões e tropas ianques foram “chamados de volta”... Em seguida, uma segunda frota russa se dirige tranqüilamente para sua base síria em Tartus:
rt.com/usa/news/us-aircraft-stationed-turkey
presstv.ir/detail/2012/12/18/278723/russia-warships-sail-to-mediterranean-sea

“Míssel Balístico” não explicado sobre Israel, Junho 2012
english.pravda.ru/science/mysteries/08-06-2012

obs- Este seria um “míssil balístico”, que também é chamado de “ufo”, e que é capaz de ficar girando estacionário, produzindo uma espiral, não sendo derrubado pela defesa aérea... O mesmo artefato esteve girando sobre o céu norueguês em 2011 (onde há uma base da Otan), e sobre a Armênia – a filmagem deste último foi apagada no Pravda...!




























Horas após a OTAN haver concordado em enviar mísseis Patriot para a Turquia devido à crise na Síria, a Russia desembarcou seu primeiro carregamento de mísseis Iskander à Síria.
O Iskander, de superior capacidade, pode viajar à velocidade hiper-sônica de (cerca de) 21 km/segundo (Mach 6 a 7) e tem um alcance acima de 450 km, com precisão certeira... é um míssel superfície-superfície que nenhum sistema de defesa é capaz de detectar ou destruir.
wnd.com/2012/12/russia-arms-syria-with-powerful-ballistic-missiles

Os terroristas estrangeiros continuam invadindo por toda parte, porém cada vez que o Exército Sírio os defronta, é este que sai vitorioso. O Exército Sírio está lutando por sua nação, a quase totalidade dos "rebeldes" estrangeiros está lutando por dinheiro, não por seus lares. É esta a grande diferença.
europebusines.blogspot.com.br/2012/12/lord-stirlings-news

La radio iraní IRIB informa que los servicios de inteligencia de Rusia e Irán informaron con detalle al Estado Mayor sirio de la operación diseñada por la CIA y los servicios secretos turco-árabes en la región de Damasco. Los imperialistas y sus lacayos regionales han enviado una horda de 5 mil mercenarios y fanáticos para tomar los cuatro capitales en torno a la capital siria y la carretera del aeropuerto internacional y tratar de infligir una derrota a las fuerzas de elite sirias.
resistencialibia.info/=5329
resistencialibia.info/=5368
resistencialibia.info/=5358
alethonews.wordpress.com/2012/12/10/new-rebel-offensive



Dez 2012 - Manifestação pró-Governo Assad - nacionalista, laico
e socialista

presstv.ir/2012/12/03/people-in-golan-heights-hold-sitin-to-slam-terrorism-in-syria
algeria-isp.com/actualites/politique-syrie/vie-continue-syrie-octobre-2012.html
opednews.com/articles/Truth-and-Trauma-in-Gaza.html
voltairenet.org/article175015.html































As regiões montanhosas do Sul do Líbano e de Golan são os aquíferos, dando origem entre outros ao Rio Jordão. Toda a região do Sul da Síria, Iraque, Jordania, até o Sinai e o porto para o Mar Vermelho/Índico é de desertos. No Mar Morto o Rio Jordão entra numa depressão geológica.
Os Sionistas ambicionaram todas estas terras, e obtiveram um mandato da ONU em 1947 para a criação do Estado de Israel. Com uma população inferior à dos Semitas Palestinos, os colonos judeus ganharam uma área maior que aquela destinada à população do Estado Palestino, que igualmente deveria ser criado, mas que nunca foi permitido se estabelecer de fato.
Neste mandato de 1947 uma parte das Montanhas junto ao Mar da Galiléia, as cidades de Haifa e Jaffa, e o porto do Sinai foram usurpados, sem que as populações locais fossem consultadas, estando sob mandatos franceses e britânicos do pós-guerra. Tel Aviv, um bairro dos colonos judeus sob consentimento, que era parte da próspera cidade de Jaffa, teve enorme expansão, e Jaffa virou um bairro de palestinos encurralados.
Com as guerras árabe-israelenses que se seguiram, Israel expandiu muito mais seu território, dividindo os Palestinos entre Gaza e Cisjordânia.

Saturday, July 7, 2012

28-Jogos de Guerra - 4

O que realmente ocorre na guerra contra a Síria
resistencialibia.info=5055
resistencialibia.info=5043
resistencialibia.info=5048
resistencialibia.info=5065



Eina Sehid Najin Derek

Veja a seguir as reportagens de Thierry Meyssan e Voltaire.org

Outubro 28 – Em 2010 o governo francês tomou a decisão de dar um sopro de vida nova em sua política colonial. Isso fez com que eles instigassem a mudança de regime na Costa do Marfim e na Líbia, e que viessem a tentar o mesmo resultado na Síria. Porém, diante do fiasco desta última operação, Paris se viu arrastada pela onda de eventos que ela própria desencadeou. Após ter armado e treinado grupos terroristas na Síria, o serviço secreto francês agora faz um ataque no coração da capital libanesa.
O almirante James Winnefeld, chefe de estado-maior adjunto dos E.U., confirmou que [...] um plano de paz tinha já sido negociado com Moscovo, que Bachar el-Assad ficará no poder e que o Conselho de Segurança não autorizaria a criação de zonas tampões.
Todos os actores da região se preparam pois para um cessar-fogo imposto por uma força [com respaldo da ONU] composta principalmente por tropas da Organização do Tratado de Segurança Colectiva: Arménia, Bielorússia, Cazaquistão, Quirguistão, Rússia, Tadjiquistão.
voltairenet.org/article176110.html
Esta nova realidade faz-se às custas da Arabia Saudita, da França, de Israel, do Catar e da Turquia que apostavam todos numa mudança de regime em Damasco. Esta heteróclita coligação divide-se agora entre os que reclamam um prémio de consolação e aqueles que tentam sabotar o processo em curso. De repente, Ancara mudou de alvo. Recep Tayyip Erdogan, que se afirmava pronto para o pior, tenta reconciliar-se com Teerão e Moscovo.
Restam Israel e a França que constituíram uma frente de antagonismo. A nova geopolítica daria uma garantia de protecção para o Estado de Israel, mas colocaria um fim ao seu estatuto partícular na cena internacional e arruinaria os seus sonhos expansionistas. Tel-Aviv seria despromovida ao escalão de potência secundária. Quanto à França, ela perderia a sua influência na região, e incluindo o Líbano.
No centro desta maquinação, encontramos o general Benoît Puga. Este antigo comandante das Operações Especiais e director do Serviço de Inteligência militar francês foi chefe de estado-maior particular do presidente Nicolas Sarkozy, e foi mantido no seu posto pelo presidente François Hollande.
voltairenet.org/article176396.html
voltairenet.org/article176392.html
voltairenet.org/article176399.html


O financiamento feito nos EUA para a oposição síria começou a correr sob a administração Bush em 2005… O Conselho Nacional Sírio [que recebe as verbas e vive no exílio] tem seu substituto verdadeiro no Conclave de Coordenação Nacional para Mudança Democrática, liderada por figuras da oposição que vivem dentro do país. Este conclave, de orientação esquerdista e secular, é aberto ao diálogo com o governo Assad e subscreve os três “nãos”: não a intervenção estrangeira, não ao sectarismo, e não à violência.
O Conselho Nacional Sírio, fortemente islâmico, por contraste, segue os três “sim”: sim à intervenção estrangeira, sim ao sectarismo, e sim à violência.
A ambição de Washington em derrubar o Estado Baatista da Síria vem de longa data, muito anterior ao atual levante. O estado norte-americano têm se dedicado a instalar um governo pró-imperialista em Damasco desde pelo menos 1957.
Com todas estas ocorrências, a Síria permanece bastante o mesmo estado socialista que os fundadores do Partido Árabe Socialista Baath conceberam, e muito pouco parecido com uma plataforma para lucros crescentes de bancos, investidores e corporações globais.
voltairenet.org/article172752.html


O que deseja esta mulher?? Continuando a obra militar de G.Bush Sr., o objetivo é saquear o planeta: porém não como benefício das sociedades dos países ocidentais, uma vez que estas são igualmente destroçadas, conforme os persistentes relatos dos autores de orientação liberal. O saque é para a Elite dos Banqueiros [o "Cabal"]



Kuwait Out 2012

Iran Notícias
iranews.com.br/index
Mathaba Port
mathaba.net/news/latina
Julho 30 - Navios Russos e Iranianos na Síria
iranews.com.br/noticias=8600

O membro do Parlamento turco (deputado do Partido Republicano Popular) Refik Er-Yilmaz disse que a província de Hatay, na fronteira com a Síria, se tornou um abrigo para enxames de agentes da CIA e Mossad que estão se infiltrando livremente na Síria.
presstv.ir/2012/07/31/turkish-province

Inteligência e Repórteres Alemães: “al-Qaeda” em toda parte
Uma divisão acerca da Síria está gradualmente emergindo ... Enquanto a Chanceller Merkel tem estado ativamente alinhando seu país segundo os esquemas ocidentais, as agências de inteligência alemã e a imprensa mostraram o escândalo da propaganda anti-Assad e a impunidade dos crimes cometidos pela oposição.
Escrevendo no tablóide Bild, o correspondente de guerra alemão de longa experiência Jurgen Todenhofer acusou os rebeldes de “matar deliberadamente os civis e em seguida apresentá-los como vítimas do governo”. Ele descreve esta “estratégia de marketing-massacres” como sendo “entre as mais revoltantes coisas que jamais experimentei em conflitos armados”. Todenhof esteve recentemente em Damasco, onde entrevistou o Presidente Sírio Bashar al-Assad para a televisão pública alemã ARD.
voltairenet.org/German-Intelligence-al-Qaeda-All


Os terroristas chegaram

Damasco, Julho 06 – Ali Jassem al-Mohammad confessou ter sido membro de um grupo terrorista armado que foi responsável por muitos massacres contra civis e representantes da polícia civil, incluindo o ataque no ambulatório al-Khalidiye onde eles mataram todas as pessoas que estavam lá dentro, e fotografaram os corpos para que as imagens fossem usadas para atribuir o crime às forças armadas da Síria.
Al-Mohammad disse que ele e 300 fuzileiros de várias regiões vizinhas atacaram o ambulatório de al-Khalidiye por todos os flancos, usando lançadoras de granadas RPG e rifles AK-47 e M-16, matando 40 das pessoas no ambulatório e sequestrando os 10 remanescentes.
Ele disse que ele e seus cúmplices juntaram os corpos, arrancaram suas vestes, amarraram as mãos e os fotografaram para que o ataque fosse passado como se cometido pelas forças de segurança e pelo exército, em seguida levaram os corpos para um enterro próximo à mesquita de Jafar al-Tayyar...
sana.sy/eng/337/2012/07/06/429825.htm

Damasco, Julho 22 - Exército salva cidadãos de ataques mercenários
youtube.com/=ucA34_DcnBY

Tony Cartalucci, Land Destroyer, Julho 06
Foi tornado público já em 2007 por Seymour Hersh em sua reportagem The Redirection publicada no New Yorker que os EUA, Israel, Arábia Saudita e outros [Catar] estavam agrupando, financiando, abastecendo de armas, e pondo em operação uma frente de extremistas sectários, muitos com ligações ao al-Qaeda, para fragilizar, desestabilizar, e eventualmente conseguir a derrubada dos governos do Líbano, Síria e Iran.
Foi notícia que terroristas líbios liderados por Abdul Hakim Belhach, comandante do Grupo Combatente Islâmico Líbio [LIFG], uma organização que está na lista do Departamento de Estado dos EUA como “Terrorista Estrangeiro”, havia se unido ao assim chamado “Exército Livre da Síria” [FSA], junto a extremistas sectários do Iraque que se especializaram nas explosões terroristas indiscriminadas de bombas que agora estão devastando a Síria.
De fato, a verdadeira natureza dos “rebeldes” da Síria tornou-se tão bem conhecida, que recentes tentativas para despistar a opinião pública com reportagens repetidas, porém insubstanciadas de “atrocidades”, com a intenção de demonizar o governo Sírio, foram recebidas com ceticismo, descrença, e mesmo indignação pelo público – apresentando a nações como a Russia e a China não apenas a oportunidade para desafiar os ditames do Ocidente, mais ainda o imperativo moral de assim fazê-lo nestes mesmos termos.
landdestroyer.blogspot/2012/if-us-loses-syria-us-loses-its-empire.html

Webster Griffin Tarpley, Março 2011
Os rebeldes claramentes não são civis, mas uma força armada. Qual tipo de exército armado?
Um estudo de Dezembro de 2007 da Academia Militar de West Point [examina] a origem e formação dos combatentes de guerrilhas estrangeiros – jihadís ou mujahedin, incluindo bombardeiros suicidas – que estavam atravessando a fronteira da Síria para o Iraque durante o período 2006-2007, sob os auspícios da organização terrorista internacional “Al Qaeda”
Esse estudo é baseado numa massa de cerca de 600 fichas de arquivo pessoais do “al-Qaeda” que foram capturados pelas forças dos EUA no outono de 2007
[obs- Enquanto a CIA organiza e financia os mercenários fanáticos "al-Qaeda", a Academia Militar e os comandos do Pentágono teriam por suposto o dever de combatê-los. Relatórios como este de West Point fazem com que os generais e soldados se recusem a lutar ao lado dos mercenários aqui descritos]
tarpley.net/2011/03/24

Finian Cunningham, Julho 03
Os Estados Unidos e seus aliados Ocidentais estão se comportando cada vez mais como os emperadores em fatal decomposição ao final do Império Romano: decadentes, auto-indulgentes e supremamente arrogantes.
Porém o absurdo e a obscenidade do Encontro de Genebra [julho-01] é o de que a selvageria que se alastra na Síria foi em ampla margem inflingida naquele país por estes mesmos poderes ocidentais, junto a seus clientes turcos e árabes.
Desde meados de março de 2011, estas facções têm estado armando, financiando e direcionando grupos de milicianos mercenários para destroçar a Síria desde seu interior.
Conforme assinalado pelo autor e analista norte-americano Webster Tarpley recentemente, Washington e seus aliados não mais preservam um mínimo de respeito pela soberania dos países. Os Poderes Ocidentais estão em missão para saquear o planeta numa vã tentativa de ressarcimento de suas sociedades afundadas no débito e bancarrota.
globalresearch.ca/index.=31732



ALEPPO

Aleppo Resiste a Invasões desde os Hititas do séc. 18 aC