Thursday, June 2, 2016

Última Página

Principais Notícias do Brazíl – Última Página

governo-washington//41-setores-imperialistas-promovem
governo-washington//42-pagina-da-conspiracao-nacional

Com este governicho do Michel entrando em falência em 20 dias... Muitos analistas indicam, e os sinais indicam, que aqueles interessados em Destruir a República Brasileira e Fomentar a Instabilidade Geral... Podem decidir “incendiar o circo por inteiro”:








É difícil saber, a esta altura, p.ex., qual o grau de dependência/ independência do Procurador Geral [Entreguista] (da República) em relação à Kabala Conspiradora: a figura de referência da Kabala Planejadora de Guerras Civis & Instabilidade continua sendo Soros, o Chefe dos Banqueiros ... Porém, como eles todos se organizam realmente?
Que os Editoradores da Rede & Jornal Globo & Veja, etc, com seus colunistas cérebros-de-aluguel, tenham continuidade perfeita com a Kabala ... Já não é novidade desde os anos 80. E a Folha de São Paulo? Qual a autonomia desta Senhora? Em todos os casos as empresas de comunicação, mesmo a global, não podem perder leitores...
Já a Polícia Federal teve Delegados dissidentes denunciando intromissão da CIA em seus quadros, desde pelo menos 2005. Alguns repórteres indicam que o novo Embaixador dos EUA em Brasília, enviado às pressas, estava no Afeganistão: especializado em “contra-insurgência”.... A Embaixadora anterior já havia atuado em outros países sul-americanos, onde houve “derrubadas” presidenciais, por meios “judiciários”...
Os estupendos ostensivos eminentes Juiz Mendes e Senador Serra mostraram suas garras tenazes como líderes da Tribo Tucanata, mas não são eles os Chefes-do-Golpe: eles atuam, muito bem situados, também como Força-Tarefa. O “golpe” pode e deve queimar o Tucano-decaído de Minas Gerais Neves; o Cunha; ministros beócios servís do PMDB ... Para conjuntamente poderem queimar e perseguir o Sindicalista Lula e vários Senadores do PT. E o Renan Calheiros, para assim embargar a votação no Senado...








Entretanto, neste início do processo de ==> Impeachemênte ...
[original: empessegamento; o empêssego] em Junho, a Nação está a um pequeno passo da lucidez & fim da sordidez: depois da desistência de Romário em sancionar o Empêssego ... Os 54 votos necessários na Câmara Senatorial se desfazem como Castelos ... de areia!
Com isso, é bem possível que os Planejadores Imperialistas incendeiem a lona do circo, com atentados, perseguições, caça às bruxas... Cassações incontáveis e espalhafatosas de deputados, senadores, ex-presidentes – para “saciar” a opinião pública salivando por "justiça contra os Corruptos!!” – oh!!! Nesta cena é lançada uma candidata presidencial inocente e “sem compromisso com isso tudo”, a simplória Marina, que é uma cartada do Banco Itaú ... [e o Serra fica sem "o dele”, de novo?? – háhaha]
Outra questão é que os Responsáveis Soturnos e Invisíveis da Conspiração terão que substituir o Juiz da Vara Mourinha ... Por maior que sejam os esforços da Revista Veja em salvá-lo como Agente-Tarefa: o problema é que o Carinha realmente veio sem Curriculum - !!!





sujeitinho malicioso







Contra a ordem dos Entreguistas sem-Caráter – do outro lado está o Senador:
senador_requião.com
esmaelmorais.com.br/requiao-preve-que-senado-vai-barrar-o-impeachment

Alerta Brazíil!
Renan Calheiros acuado, muda de idéia e dá beijo-de-judas ... Supremo Judiciário absolve Ato de Rachadura Republicana ... Marina Silva “cai em desgraça” na Globo ... Por que “Eles” não querem nova Eleição??
youtube.com/watch?v=nHBUPzqCyjE
jornalggn.com.br/quem-nao-seguir-o-script-do-golpe-vai-preso
cartamaior.com.br/decisoes-tardias-ajudam-a-entender-o-papel-do-STF-no-golpe

Efeito Lava Jato: 30 obras paradas em todo País
brasil247.com/efeito-lava-jato-30-obras-paradas

“Outras refinarias foram compradas na mesma época de Pasadena por preço por barril mais alto”
youtube.com/watch?v=6SAowHldubE

Fala Brazíl & Outras

Como tudo começou [2001]: Malabarismos de Terror da Máfia-Bush

E os Banqueiros
















Destruição da Líbia

A análise sobre a Hegemonia do Capital Financeiro, baseada em muitos autores já clássicos, e no melhor jornalismo da frente liberal nos EUA: Difícil correlacionar para mentes derby-amestradas! Logo sentem uma certa dúvida: "será uma teoria conspiratória?"
virtualpolitik.bravehost.com/politik_2
virtualpolitik.bravehost.com/index
virtualpolitik.bravehost.com/o_chanceler



Novo Jornal: para Províncias e Rincões



















Os Círculos nas Plantações no Sul da Inglaterra começaram no início dos anos 90, e continuaram numerosos por 25 anos, aparecendo em outros países...
Para os desavisados, displicentes, simpletôns e inexperientes, qualquer trabalho de arte pode ser depreciado, qualquer valor desvalorizado. A revista Veja uma vez mandou avisar a seus leitores que os Crop Circles eram obra de idosos folgazões que se moviam na noite, com pranchas que amassavam as colheitas...
Os Círculos tinham tamanhos de 200-600 m., apareciam de súbito nas madrugadas, e uma espécie de pente ou garfo metálico era visto, e foi filmado, flutuando sobre os desenhos, como máquina impressora:
Isto mostra o grau avançadíssimo de suposição-da-estupidez do leitor por parte da redação-Veja...

Nos anos 90 parecia muito mais natural se levar as novas descobertas universais para as assim chamadas culturas “alternativas”, ou para possíveis organizações cívicas, do que tentar apressadamente encaixá-las num quadro acadêmico, institucional, de resto desejável em outros contextos. As informações mais relevantes sobre nossos visitantes estelares, alienígenas para uns, extraterrestres para outros, foram censuradas em função do quadro militar, estratégico, de inteligência secreta. Portanto, bem além do que as instituições de Estado e Acadêmicas poderiam “suportar”...
Nosso trabalho de compilação e análise sobre este quadro instalado desde os anos 50, (com enredo fabular para amenizar), é baseado em cerca de 100 documentos militares de valor, secretos, obtidos em cortes judiciais nos EUA; e igualmente em cerca de 100 depoimentos e históricos de civis idôneos e interessados no bem estar de todos os terráqueos.
Portanto, não um depoimento pessoal, relato pop-esotérico, ou narrativa de science-fiction. O volume Gulliver, 1992 foi lançado em 1999, após difícil acesso aos editores da Record: a mais forte editora no mercado naquele momento... Uma claque de beócios em São Pedro Toda Paz do Universo investiu na "falta de sucesso" da publicação, como se o autor fosse algum charmante em busca de notoriedade: o critério deles, yuppies-sem-vergonha...
As mais de 5.000 visitas ao site, as diversas palestras para as quais recebo convites, os três mil exemplares do Gulliver-1992... São suficientes como objetivo alcançado, e não se comparam com o minimalismo da vidinha de coluna social de vossas senhoritas. *






* obs- A não ser pelos aborrecimentos que vocês me causaram, Gentalha Inútil Auto-Complacente: A Madame Psicóloga Sueca estava perfeitamente ciente [ano 2000] do quadro em que descobertas naturais, cosmológicas muito importantes deveriam ser passadas ao público a despeito da resistência de cientistas, e várias vezes concordara com o quadro descrito acima. Ela jogava Tarot, porém “nunca” fôra capaz de apresentar uma “única” sentença de valor histórico, acadêmico.
A Madame Psicóloga se indispôs com San Pedrito Toda Paz do Axé porque a Tereza fazia jantares à moda hippie reunindo todos os amigos em volta de sua mesa. A Madame queria também todos os amigos em sua mesa, porém à moda urbanóide. Foi tomada pela fobia, a todos denunciou: Daí decidiu inverter a avaliação, declarando o Gulliver “sem valor acadêmico”...
E um cara ultra-chato tinha mania de me parar na rua para falar coisas obsoletas catatônicas sobre “ufos”. Ele ainda continua na esquina, ele quer ser esborrachado, sua esposa tinha rosto esborrachado. Os dois divulgaram que todo o trabalho "não conquistara sucesso", como se isso fosse uma vitória para eles, os defensores da ordem minimalista estabelecida do menor esforço cerebral... E até hoje, yuppies sem-vergonhas estacionários se ocupam em dar palpites sobre estes assuntos, para os quais não têm apretrechos mínimos:
Vocês transformaram São Pedro da Serra, sétimo distrito, numa feira de utilidades para farra & forró, com regalias divinatórias excêntricas, até audaciosas, cercadas de boa gastronomia açucarada e pudins de gorduras: Com essa vozinha de falsete de quem busca boa terapia... "Eu tento ser uma pessoa-bêm-resôuvida"... O tribalismo de vossas mercês se parece mais com aquele de raças trogloditas de tacapes & bordunas...
Infantil entretenimento, surpresas bombom-fabricadas, auto-enaltecidos: nada a ver com arte, cultura.
[Ignaros sobre a história dos Povos.]

Tuesday, May 3, 2016

42--Página da Conspiração Nacional


















a mulher-do-dinheiro está de férias nas Ilhas Caimãs: ela foi para o Paraíso Fiscal levando alguns bilhões de reais do Tucanato para descanso. Vejam como eles voltaram agora!!!


FALA BRAZÍIL! – Neste 23 de maio as perspectivas dos golpistas são um sonho de Franz Kafka: a perfeita ruindade, provincianismo, desarticulação e incapacidade política de Michel Temer tornaram inviável seu uso por parte dos interesses imperialistas (conforme abaixo) ... Nesta data há sinais de que, do número inicial de 55 Senadores pró-Impedimento Presidencial, alguns podem mudar seus votos. Se apenas 2 Senadores desistirem, o número necessário de 54 votos desaparece.
A tendência aparentemente favorecida na sociedade, nos empresários, no STF, de marcar novas eleições presidenciais também está inviabilizada: a nação simplesmente não resistiria a 5 meses de governo desse jeca-tatu na Presidência; ao golpismo avassalador de Serra no Itamaraty; às denúncias contra Romero Jucá e o resto do PMDB, etc, etc.
A despeito dos cabotinos que “odeiam o PT” a qualquer preço, sem nada terem a oferecer em seu lugar, a única solução plausível é a recondução de Dilma Rousseff: depois da lavagem a jato sofrida pelo PT, por Lula e Rousseff, eles certamente retornariam mais sisudos e interessados em negociações políticas consequentes.
ocafezinho.com/novo-audio-da-lava-jato-atinge-renan-calheiros-mas-cuidado

Aos leitores nacionais:
Desde 17 de março, quando a página 41 foi criada, houve um pulo de mais de 700 nas clicagens [veja site stats], quando o blogue “washington” passou a focalizar a Tragédia do Brazil...
O tempo útil deste blogue se encerra. Foram muitas as análises, as notícias, as esperanças. Uma única notícia fica, como um sino medieval a soluçar: “Tudo o que poderia ser dito, foi dito, e avisado incontáveis vezes”...
Desde o final do ano 2000, com a condução forçada do filho de G. Bush ao trono em Washington, o golpismo generalizado se instalou no Ocidente, ao contrário de expectativas.
Ficou claro, e foi avisado por incontáveis autores muito-bem-situados, que o Sistema de "governo secreto" no Ocidente:
1) É de origem e sustento de banqueiros centrais
2) Eles trabalham com a propaganda organizada, e com milhares de agentes de coleta de inteligência, e de ação.
3) Os efeitos, em cada nação, são ora por meio da classe politica ou de militares; ora por meio de empresários-entreguistas ou manipulando o judiciário/polícia federal
4) Soros é o atual Chefe do Estado-Maior dos Banqueiros, não apenas de sua própria Casa Financeira: é por isto que FHC e Janot despacham com ele em Nova Iorque. Ele controla ações da Petrobras como parte do programa para privatização internacional.

metropoles.com/wikileaks-afirma-que-michel-temer-foi-informante-dos-eua
tijolaco.com.br/banco-dos-brics-primeira-pedra-que-serra-vai-desmanchar
maurosantayana.com/a-multa-bomba-de-7-bilhoes

Luís Nassif, e muitos outros repórteres, prevêem um período de obscurantismo no País Brasil. Assim como as questões jurídicas foram rapidamente atropeladas no Senado quanto ao Impedimento Presidencial [ao contrário do anunciado por Renan e Lewandowski]; assim também as questões judiciais sobre o temerário Temer serão afastadas para que ele “assuma”... É mais interessante para o Establishment possuir o Temer até Dezoito, já que ele se torna perfeito-fantoche sob chantagem (Isso economiza o esforço de eleger Marina para esta posição).
Para aqueles que estão estarrecidos em toda parte não seria exato caracterizar, e mesmo a Carta Capital assim o fez, esta Trapaça sobre o Estado como semelhante ao Golpe de 1964. Ela deve ser comparada ao Sacrifício do Getúlio em 1954. Não seria o caso de se buscar alguma regra na história, mas de se observar semelhanças significativas: além de que o 1964 implicou a ação militar; mas também porque o elemento essencial foi, e é, a propaganda de pseudos meios de comunicação, e o uso das fobias da classe média.
Não se deveria dizer, conforme já assinalado [41-Setores], que as conquistas populares de Lula “ameaçaram as elites”, etc. A melhor parte da burguesia nacional estava bem feliz com Lula e seus programas de conquistas populares comerciais, isto é, mais mercado interno. Foram os setores entreguistas, isto é, Tucanato, isto é, alta classe média ascensional (e uns poucos burgueses cínicos), que obraram para afastar o lulismo nas Empresas e no Estado: ISTO DEVIDO A SEU INTRÍNSECO CARÁTER DE AUTONOMIA POLÍTICA DIANTE DOS INTERESSES IMPERIALISTAS...!
Enquanto o arcano estadista Getúlio se sacrificou, obtendo uma última e consagrada vitória moral... O PT perdeu seu 4º mandato, mas reflui como força política popular, mantendo os seus 25% no vox populi... Obter 3 mandatos já fôra marca olímpica do Exmo Sr. “Sapo Barbudo”... Porém o PT não aproveitou o tempo para se organizar como Partido Político: somente como Eleitoral e Estatal. Agora terá que refazer todo o leito histórico da via reformista, fazer a refundação de um outro Partido: há que se educar o povo para a construção do Estado Nacional, tantas vezes vilipendiado; sem o qual toda a “política”, aos olhos do mesmo povo, é vã; os apelos de democracia formal e democracia comercial não são “política que satisfaça”...
Somente a construção de um Estado capaz de planejar a Economia; de organizar a sociedade e a educação; orientar os sentidos da Nação. Para este Estado uma classe de políticos iniciaria as disputas e obteria os apoios. Regime de Luas-Pretas, não de marketeiros.
















Governador Brizola em 1961: Ameaça da Aeronáutica Reacionária em bombardear o Palácio Piratini em Porto Alegre foi debelada pelo uso decidido do rádio pelo Governador, na fortaleza improvisada de seu Palácio


To my international reader:
It is about time this blog finishes up its business... It has been long since the Bush mafia-gang-family took over government in the USA, and invaded Irak: when we really thought that a news service port./english was necessary to pierce through the fabric woven by the manipulatory predominant “midia” in southern american countries.
A new www service is required, maybe some word-press, some heroic-resistence press, or else ... Fact is that nice&brave journalism has been superseded by socialized laziness & poor mindedness... and “everything has already been said”... “again & again”...
However, since last page 41 was created on march 17 to comment on brazilian tragedy, more than 700 readers have clicked [view site stats] – there are many in this world wishing to divide sufferings with brasilian lads...!
Our word is: “hélp”! Yes, we have been invaded by Fascism!! At last!! At this moment, a swelling front wave of psychological Fascists & Neandhertal Maniacs & Coxinhas are taking hold of civic public arena!!
Psychological Fascism has sprung as an obvious product of public opinion control and mind mass control manipulation... However, psychological fascism and coxinhonól behaviourism have turned now into the causes of sociological trauma and discontent in this country!!!
The reader might be curious about the brasilian snack term: COXINHAS!! Be sure it signifies rotten putrid chicken splash-meat, cold and greasy under the balcony, for a low income cachaça drinker to take for meal... Its meaning has also been attached to atletic brainless petit-bullying types...




saudades de San pedrito

























São Pedro da Serra, Sétimo Orgulhoso Distrito da Paz do Universo, porém invadido por humanóides









São Pedrinho Não Merece

    Nos anos 90 muitos colegas e camaradas atentos se reuniam em San Pedrito Friburguense, tentando organizar uma certa cultura comunitária, a qual deveria ser, igualmente, uma “cultura de resistência” ante a avanço implacável do capitalismo selvagem e do controle mental exercido pelo monopólio globo & associados.
Naqueles anos as palestras foram muitas, com gente honesta tentando trazer para os conhecimentos de história e ciências aquelas informações que apontavam uma realidade "alternativa", ou para uma "nova era"... Ou seja, durante uns dez anos nós conseguimos afastar esta cultura opinativa e deslumbrada, de esoterismo-pop e auto-complacência...
Entretanto, quando menos se esperava, vieram as hordas da auto-ajuda e as claques egocêntricas de artistas-turísticos, invadindo em massa a paisagem do lugarejo, já outrora destinado a “toda paz do universo”...!





















Eis que as hordas [que desejam boa gastronomia] e a claque artística desletrada [que para eles trabalha] trazem sua anti-cultura para São Pedro da Paz do Universo: Embrulham seu imaginário provinciano de espectros mal identificados por sobre os conteúdos históricos de incontáveis civilizações de humanos afáveis, muito bem educados, e com milhares de anos de experiência;
[Veja-se como exemplo o pretensioso auto-repórter da self-ajuda Jony, que não entendeu "nada" a respeito dos programas secretos em Marte.]
Como guris arrogantes, atribuem o conteúdo pop-neurótico das "pesquisas-ufo" que estão em suas mentes de belzebús-da-midia, justamente a todos nós que desmascaramos [e éramos muitos, seus babazeus!!] toda a campanha ufológica esotérica e de auto-ajuda complacente promovida pela fanfarra alienante da mídia escravagista - a qual vocês servem como Carneiros...

É o fim-do-Mundo! Vocês estão ocupando um espaço indevido,
guris arrogantes...
(isto é, Velhas Encarnações Cretinas:)
Renitêntes-do-Sérvice de Luçifér!!
[um forte sotaque nordestino: uma canção do Ramalho!]
Vocês poderiam ser retirados deste planeta, sabiam??

















Yoran 2003


O Bar do Franz Não Merece
Os Coxinhas realmente são Pessoas Teleguiadas: Vocês nunca tiveram luz-própria, nem pensamento cívico, e nunca se preocuparam com a História do Brasil. Agora, só porque o Bonner é o dono-da-cabeça de Vocês, vocês estão falando mais alto, e atrapalhando o papo mais tranquilo no Bar do Franz!
O ambiente, no mencionado Bar, que era democrático no sentido mais sincero, agora se tornou um banheiro de rodoviária por culpa de formas humanas de Coxinhas& Madames em frangalhos, que insistem em ocupar a passagem e fazer mijo no pé da gente, na hora de um assunto mais sério... Mentes infantís que não conseguem terminar um raciocínio útil, nem ouvir uma simples comentário que tenha experiência ou conclusão; sempre somente falando com muita baba solta de si mesmos como objeto de interesse artesanal: “O Importante é Você se Sentir bem Consigo Mesmo” ... !!!
O vazio que vocês passam, aí no Bar do Franz, é doloroso e compulsivo: vocês deveriam ganhar multa municipal pelo estrago na paisagem:




























E aqui em nossa terra, eu procuro alguns dos colegas
de 35 na Espanha. É como se fosse um filme, insano e correto.
Das espadas gaulesas, do bronze latino. Da ordem constituída
das cerâmicas em preto e branco no Louvre,
nos jarros do quinto século antes da Era.
O que seria para eles o quarto século das Olimpíadas.
Ancestrais que renascem. Nos museus da academia de Portugal,
o Tempo Infinito foi posto a julgar. Sucessão dos gritos
que clamavam pelo humano. Os Senhores da Terra
se acautelaram, articularam estados e repartições.
Promoveram duas guerras na Europa.

Em seguida, a procissão dos artistas do romântico espatifado.
Belvedere de Buñel. Bombas de arte no comércio.
Depois, sonâmbulos. Nossa Academia
novamente foi Igreja. Os artistas passaram a trabalhar
sob contrato, os sambistas pertenceram a categorias.
Nossos heróis foram pré-moldados. Postos
em órbita a girar.




























Poderosas labaredas solares e mutações no Astro afetam enormemente o equilíbrio da Terra em órbita. Por milagre o mundinho terráqueo se mantêm rodando, com todo seu Axé! Como se realiza este milagre?? A numerosa quantidade de corpos artificiais fotografados pelos satélites-NASA "tomando conta" de Apolo mostra que há "curadores" -- quem serão?
Os terráqueos deveriam se mostrar mais agradecidos, ou atenciosos, por não terem sido jogados "no espaço"...
gulliver1001.bravehost.com/Academica


Desejando adentrar o Rio Bonito. Nadei, nadei, nadei,
numa garganta. Quase sem ar, com um chamado,
que vinha da caverna de água. Seriam as vozes do Pan,
de uma outra época dentro da Terra?
Buscando trilhas nas antigas florestas, os Incas nos chamaram.
Nunca pensei que ficaríamos tanto tempo rastreando
o que seria um território. Tentando subir num trem da canção
os trilhos da Serramar. Ainda se pode retornar ao início, em 1990.
São Pedro, depois Boa Esperança, descendo ali na praça do alemão
em Lumiar. Depois voltei ao primeiro povoado, renovado,
já irreconhecível. Uma chance de 10 anos. Comando Galáctico.
Um pedaço de tempo, deitado nesta terra. Regressando
com o novo feixe que foi emitido, e agora está chegando,
desde o Sol Central. A girar na Galáxia.
Uma história santa.

As toadas que traçamos no Tempo sempre voltaram,
nunca nos faltaram, memoráveis canções de umas troupes.
Das criações que tivemos. E, das heranças,
foram muitos baús recuperados, outros, naufrágios.
Choupanas, pousadas, pijamas.
Desde uma outra noite, nesta mesma noite,
hermanita italiana, você está comigo. Na memória, nada falha.
Mensagens em sínteses de lendas. Vultos de tempestades
que pairam, nas encostas dos montes, à espera,
para um dia se projetar ao mundo. A procissão das promessas
a cavalo, retornando, refazendo o leito da estrada rural.

Não há beatniks, nem mesmo em aldeias,
mas há retratos, entrevistas na rádio da cidade.
Conversas atentas na redação de pequenos jornais.
Exilados de regresso, sem mostrar documentos.
Bailes para mulheres dançar. Uma canção andante,
com mil escudeiros. Tropas dispersas prontas para subir
cada recanto da serra do mar. Uma festa do vinho.
Cânticos de Roma, contra as canções que fomos trazendo.

[Heraclês 2012]




Thursday, March 17, 2016

41 -- Setores Imperialistas Promovem

SETORES IMPERIALISTAS PROMOVEM
DESESTABILIZAÇÃO E CONFRONTO
DE CLASSES
NO BRASIL


16 de Março:
DIA EM QUE SE INSTALOU O GOLPE DE ESTADO-LARANJA NO PAÍS BRASIL!
Golpe Foi Aplicado por Três Agentes da Corporação Pavlov
O Mais Conhecido é um tal de Janâut Que Recebeu Procuração para Gerir o Saldo de Contas do PSDB nas Ilhas Caimãs
O outro Agente é um tal de “Camelo” Alli, que Fez Carreira na Globo Org Central Intelligence Psychological Board of Propaganda and Public Opinion Control
Os Dois Agentes Deram Ordens a seu Aprendiz Pavloviano Juiz-da-Vara Moura para “Ação Imediata no Efeito Laranja”






Dia de Prêmio na Globo







Porém o desmesurado juiz-mirim, como um boneco trágico, errou a mão!! Ele mandou o grampo da Dilma durante a madrugada para o agente Camelo, mas aqui tivemos um ato inteiramente in-cons-ti-tu-cio-nal!!!  A ação solerte resultou de um cálculo premeditado da cúpula privatizadòira: seria uma derradeira tentativa de “dar um tiro na asa” do novo Chefe do Gabinete Civil da Presidência da República do Brasil, no momento em que ele voava para tomar posse na Esplanada dos Ministérios.


A nação brasileira acordou no dia seguinte estarrecida, esperando que, afinal de contas, o Supremo Tribunal Federal [e o C.N.J.] cumpra sua missão. Já faz tempo, desde 2014, e muito antes, que setores do Judiciário nacional foram sequestrados por um programa-laranja, com a finalidade de abrir inquéritos seletivos contra políticos do PMDB-PT, para desviar a atenção de - e negociar nos bastidores da Pol. Federal e Min. Público - os inquéritos mais graves e volumosos contra o PSDB, como consequência das privatizações: o esquema do Serjão; o escândalo de contas nas Ilhas Caimã de Serra e Daniel Dantas, e toda a “corrupição” do governador Aécio. Todos estes esquemas permanecem engavetados. Assim como os cerca de 150 bilhões de reais pertencentes ao Tucanato que foram lavados pelo BANESTADO: tudo abafado pelo Judiciário do Paraná e São Paulo, que têm sido apontados, junto com T.R.E.s fraudulentos, como consistentes redutos tucanatos... E são juízes carreiristas destes redutos que abrem esguichos, isto é, inquéritos, contra “certos políticos corruptos” -- em perfeita concatenação com a propaganda dirigida pelo agente Camelo...

obs- A edição de [2003##] da Revista Carta Capital trazia o depoimento de três delegados da Polícia Federal na faixa de 50 e poucos anos, que estavam se aposentando antecipadamente, e fazendo denúncias contra "propinas da C.I.A.", que estavam sendo usadas para comprar os serviços dos Federais...

Artigo no W. Post é credenciamento extra-judicial para Mourinha desencadear Operação-Laranja:
Veja nesta matéria do prof. Leonardo Avritzer da UFMG o comentário
[sab, 19/03/2016 - 13:13] [athos]:
jornalggn.com.br/moro-faz-consideracoes-historicamente-erradas-sobre-watergate
Leitor da página expõe matéria do Washington Post, rebarbativa e laudatória sobre o “NOVO HERÓI DO BRASIL JUIZ COM JEITO NERD QUE PEGA PESADO COM A CORRUPÇÃO OFICIAL”
A matéria, feita ao final de dezembro, é recheada por corrosivos lugares-comuns do tipo “um rapaz que julga tudo com muito cuidado”, com a intenção de “aperfeiçoar a democracia brasileira”... A evidência acumulada durante 5 décadas é a de que o Washington Post, Escolas de Harvard, e o Dep. de Estado são orgãos que dão orientação psicológica e cursos de “liderança” para jovens astutos interessados em trair suas nações.
washingtonpost.com/brazils-new-hero-is-a-nerdy-judge-who-is-tough-on-official-corruption

A parte mais sensata do Povo Brasileiro aguarda a suspensão da “operação lava-jato” e da carreira do juiz nerdi de Maringá, de família tucanata, que “só conheceu os meninos pobres aos 13 anos, porque andava de carro-com-chofer”... A “Lava-Jato”, como o próprio nome revela, dirige o esguicho apressadamente, e somente numa única direção. Enquanto isso os setores mais esclarecidos e produtivos da sociedade continuam sendo assediados por hordas de neo-fascistas de olavo de carvalho, que estão estocando armas, e rapazes desocupados de academias-de-ginástica salivando como cachorros treinados pela orgia de excitação criada pelos programas do agente Camelo Alli.
E há severos sinais de que alguns generais-de-brigada não estão de acordo com o vozerio golpista; ao contrário, parecem preocupados com a “sanha” fascista: como é fácil invadir um grande país, hein? – eles dizem em frente à lareira...



"Sou de Maringá, trabalho na Universidade Estadual de Maringá, a mesma onde se formou Sérgio Moro. Este personagem é filho de um pai de extremíssima direita, que se dava ao 'direito' de espinafrar comerciantes que fossem de esquerda. Daí provavelmente vem o ódio de Sérgio Moro ao PT e sua recusa em punir qualquer nome ligado ao PSDB ou seus aliados. Moro atuou na defesa do ex-prefeito e mega-ladrão Jairo Gianotto, que roubou a prefeitura de Maringá numa cifra que chegaria hoje quase a 1 bilhão de reais. Sua atuação no caso BANESTADO é também vergonhosa! Não prendeu sequer o Youssef, também envolvido naquele caso.

“Moro também tem uma história torta como professor de Direito da UFPR, querendo passar por cima de decisões colegiadas daquela universidade, querendo acumular docência e Ministério Público.
“Devemos lembrar que ele foi bastante afoito em pegar um Prêmio da Rede Globo, desleixando completamente do conflito de interesses, quando é do conhecmento público que esta emissora está envolvida até o pescoço numa mega- evasão de divisas no Suiçalão- HSBC e de evasão fiscal no próprio país (estimado em mais de 600 milhões), sem contar as falcatruas envolvendo a CBF e a FIFA.

"Moro é um caçador de fama e holofotes. Aprecia ternos caros e capricha no olhar de pseudo-galã.
“Ademais, flerta com um golpe de Estado via Judiciário e trama com outro Juiz, Dell´Agnol, uma ditadura do Judiciário, fazendo proselitismo na internet, arrebentando sua própria função de Juiz.
“Sérgio Moro é um mitômano! Precisa ser investigado quando faz parte de associações ‘estranhas’, incluindo Maçonaria, que sempre flerta com a possibilidade de golpes contra a democracia.”

Ficha técnica e criminal do Mourinha
ocafezinho.com/moro-opera-nas-sombras-desde-2006/
jornalggn.com.br/a-lava-jato-foi-pensada-como-uma-operacao-de-guerra
esquerdadiario.com.br/wikileaks-eua-criou-curso-para-treinar-moro
wikileaks.org/plusd/cables/09brasilia1282

Este doc "wikileaks" não chega a ser "classificado", mas é restrito a "uso oficial" por parte de uma aparente agência governamental dos EUA, "Coordenadoria de Estado para Contra-Terrorismo" [S/CT], a qual tem seu responsável pelo "posto" [??] em Brasília... Esta agência, através de seu representante em Brasília organizou/financiou uma conferência no Rio de janeiro em 2009, a qual compareceram várias quadros judiciários brasileiros, incluindo o Dr. Mourinha. O tema em questão seria "Crimes Financeiros Ilícitos"... Entretanto, ao longo do que eles chamam de Treinamento, o tema da "lavagem de dinheiro", num transe, se transforma nos temas "crimes transnacionais", narcotráfico, "financiamento ilícito de terroristas", etc.
Nos itens 06, 07, 09, os participantes da conferência "elogiaram" os organizadores e apresentações, requisitando efusivamente "mais treinamento", se mostrando "muito interessados em se engajar mais pro-ativamente na luta contra o terrorismo"... O ponto alto teria sido o modelo de interrogatório, com a utilização de um exemplo ao vivo...
Os apresentadores norte-americanos discutiram métodos de investigação como a "delação premiada" [plea bargain]... A abordagem mais efetiva para se encarcerar um suspeito de terrorismo, seria dar início a um outro processo de condenação mais rápida, como tráfico de drogas ou lavagem de dinheiro...
A expressão "uso da palavra 'T' bem sucedido na conferência"... pode significar "treinamento bem aceito e resposta favorável" por parte dos treinados, que se declaram felizes por se tornarem mais eficientes illicit finance task forces, etc.






Lista
de
Furnas








Como certos discursos de homenagens a revolucionários trucidados nos anos 70 servem para encobrir a completa displicência em tentar entender os revolucionários do tempo atual, e dos anos 70:
virtualpolitik.bravehost.com/index

jornalggn.com.br/implicacoes-geopoliticas-da-lava-jato
jornalggn.com.br/noticia/o-banco-central-criou-a-recessao
diariodocentrodomundo.com.br/
vermelho.org.br/

Entretanto, o atual Chefe da Casa Civil vem a ser o ex-Presidente Inácio, o qual, segundo Heremildo, está pagando o preço de ter feito uma política “excessivamente” centrista em seu mandato 2002—2010, aceitando costumes políticos de bastidores e partidos propinados, fazendo acordos generalizados em todos os setores: burguesia industrial, judiciário esbelto, globo.org [no início], PMDB, Sarney, Temer, et caterva! 

O PT está pagando ali onde acreditou "estar agradando”, segundo Herê: “Por ter feito uma política tipicamente inserida na ação governamental e na esfera do Estado, o Sindicalista Inácio não construiu nenhuma base popular real, que não baseada no sentimento de classe e de benefício, não deu uma instrução ao povo, um programa político para a reforma da sociedade... O PT não escreveu a carta socialista, não negociou com a classe-média, não fez política”...

Contudo o sábio-sociólogo Heremildo, que tem carteira do partido comunista no Brasil desde os anos 20 [nascido em 1871] faz questão de ressaltar que a questão do assistencialismo não deve ser menosprezada:
“De início, o assistencialismo é necessário, e todas as frentes políticas o compreendem, com exceção da extrema-direita, que aposta no agravamento. Mesmo burguesias que se podem considerar republicanas ou humanistas concebem o assistencialismo a sua forma, com carteira de trabalho e escolas. A ação do PT e do PMDB é centrista porque promove compensações. Porém a vida continua, sem reformas sociais. Pela mesma dialética, é razão de estabilidade, evitou golpes e intrigas, o verdadeiro “mercado”, interno, se expandiu, as eleições seguiram.
“A política socialista é a etapa seguinte ao assistencialismo, este assistencialismo-educacional, que deve ser mantido pelo Estado em qualquer hipótese. A inclusão dos trabalhadores na compreensão de todo o processo de produção, ou do processo real das políticas permitidas pelo Estado, é a verdadeira política esquerdista, já que tantos ainda a desejam ter.
“Contudo, a idéia de uma guerra contra a burguesia simplesmente leva a uma derrota secular – como levou em 1935! Nos anos de 1932 a 34, nós cansamos de falar ao Luis Carlos Prestes, e aos outros que estavam ingressando no P.C.B., que modelos militares da revolução, com estratégias e mobilidades de ação, não poderiam substituir uma análise das condições de classe, de consciência e de produção. Devido a um erro romântico, os comunistas ficaram alijados das transformações dos anos 50. Em 1954, era evidente que os imperialistas de Wall Street estavam chantageando o Presidente Burguês através da UDN... Agora a cena se repete com a mídia fascista, o judiciário e o PSDB”.

jornalggn.com.br/o-processo-de-desmonte-do-capitalismo-brasileiro-por-andre-araujo

Heremildo é longevo, porque é caboclo e mulato muito forte. Ele já assistiu a muitas revoluções, e é politicamente lúcido aos 145 anos. Ele confidenciou à nossa reportagem o que mais o preocupa:
“A questão da burguesia, que os esquerdistas [comunistas] mais sinceros insistem em não enxergar... não enxergaram nos anos 30, não quiseram entender com a crise do Getúlio em 1954, e não souberam decifrar com a crise do Jango em 1964. Novamente agora, não se trata de uma burguesia elitista que estaria tentando minar as conquistas do povo...
“A política governamental de Inácio e Dilma é uma política voltada para os interesses da burguesia nacional, isto é, de economia e “desenvolvimento” regional, por oposição à política de interesses das multinacionais e bancos, que é tipicamente servida pelo PSDB. É claro que o PT deixa os negócios internacionais seguirem, mas não trabalham para eles. E mantêm um certo assistencialismo ou redistribuição de renda.
“Esta seria exatamente a política do PMDB, de Ulysses Guimarães, ou do Michel Temer, ou do Renan Calheiros, ou mesmo do Picciani se fosse Presidente. Segundo o Marxismo, isto não se dá devido à consciência que estes atores podem ter do processo, ou a suas intenções cívicas ou maliciosas... Isto é consequência das condições reais em que se vive, condições econômicas das classes, que condicionam a compreensão que se tem.
“Tipicamente, a Burguesia se racha entre um setor que está com as privatizações e a propaganda imperialista e entreguista, e uma outra que aparece como “republicana”, ou como “nacionalista” – Esta a rigor está apenas defendendo seus interesses, e um certo Estado Nacional. As classes médias também se dividem, a metade caindo no fascismo; sentem ódio porque não conseguem entender o que está acontecendo, não relacionam o Estado com as classes... Os que posam de "elitistas" são sempre classes-médias ascensionais arrogantes; os fascistas classes-médias orfãs, sem horizonte...
“As burguesias, republicanas ou entreguistas, sabem sempre muito bem o que está acontecendo, e vivem no mundo real da produção e do Estado institucional, que é dependente de propinas, acordos e favores. Os políticos de carreira, a exemplo de Dilma e Temer, fazem discursos baseados num Estado Burguês ideal, que só existiu nos livros do séc. XVIII.
“Durante 11 anos a mídia fascista não conseguia derrubar os petistas, exatamente porque eles faziam ‘o jogo normal’, e a redistribuição de renda era real, em termos de consumo. Esta é a virtude, ou se quiserem, o pecado, de uma politica tipicamente centrista. Entretanto, em 2014, obter o 4º mandato se revelou fatal: a guerra começou depois que o governo do PT iniciou negociações com o bloco Russia-China, o que levaria a reais modificações no quadro comercial e monetário, afetando os interesses de corporações e bancos internacionais, versus os interesses das empresas nacionais.
“E a guerra veio de uma forma vingativa e golpista, com velhos personagens, protegendo a gigantesca caixa-2 das privatizações tucanas, e perseguindo políticos do PMDB-PT e empresários da Odebrecht, Gutierrez, Camargo, Petrobras. Com certeza eles também operam seus propinodutos! Mas estas não são empresas de cartéis multinacionais.”


demônio laranja




A questão essencial do imperialismo é a desestabilização. O apoio fortuito a este ou aquele candidato jamais é um fim-em-si mesmo; todos podem ser queimados, ou derrubados em seus vôos aéreos. Nenhum desses janots, moros, kamels, aécios & juiz mendes teriam energia suficiente para bancar estes complôts – se não fossem tutelados por certos Escritórios de Inteligência & Propaganda & Controle da Opinião Pública. São eles o efeito jato-laranja na política nacional, grudando nos olhos e nas mentes ociosas das classes-médias-desmioladas.




Wednesday, December 23, 2015

40 -- Teatro do Absurdo - 2

O ano de 515 d.-Cabral termina, sem que os habitantes do Mundo Ocidental (de modo especial, os cidadãos de Brasil, Argentina) consigam obter um mínimo de esclarecimento, ou vantagem política, sobre as campanhas de subordinação social e manipulação da opinião pública, por parte do misterioso Kabal Oligóico-Oligopólico-Financeiro.
Além das duas nações citadas, os Estados Unidos, o Canadá, a Austrália, e todas as outras nações ocidentais, com exceções, não foram capazes de derrotar o Kabal internamente, de modo cívico ou revolucionário.

Crianças se reúnem aos protestos em defesa do regime no centro de Tripoli em 16 de julho de 2011... Eles não poderiam esperar que numa manhã de domingo em agosto os mercenários entrariam pelo litoral, avançando pela cidade com ajuda de helicópteros e bombardeio aéreo. A Nação Líbia, com o mais elevado grau de desenvolvimento social da região, foi destruída; seu povo valente dizimado.


No Ocidente, as diversas sociedades organizadas desfrutavam, ao final do séc. XIX, de um meio-projeto de civilização unificada, até que os projetos nacionalistas, republicanos, social-democratas, foram neutralizados pelas guerras que irromperam no séc. XX.
Como parte da propaganda bem sucedida do misterioso Kabal, a opinião pública no Ocidente continua acreditando que são “os países” que lutam entre si – seriam apenas “os interesses” de EUA; Russia; China, etc, no jogo da sobrevivência estratégica e extração de matérias primas – e que “os governos” seriam os atores que estariam dando prosseguimento aos supostos interesses das “elites” nos países... Nada mais trágico e mesquinho que esta visão, repetida pelas classes-médias-amestradas à exaustão, depois de escutar atentamente o locutor da mídia corporativa no jornal da noite.
Numerosos elementos, de ares soberbos, ex-esquerdistas, repetem o triste estribilho: “Não tem jeito mesmo, é puro jogo de intereses, oh!!”- Eles acreditam mesmo que Obama Barak, Merkel, os ministros Sport-Yuppies na Inglaterra, sejam os governantes que decidem as guerras. E assim foi na primeira guerra, em que o Presidente Wilson se elegeu nos EUA com plataforma anti-guerra, e em seguida atendeu ao pedido do Kabal, enviando os soldados ianques para a Europa. E Churchill, o contrário de um estadista, mudou de opinião tantas vezes quanto o necessário para se adaptar às circunstâncias. (Em comparação com estes fantoches-perfeitos, Nixon e Clinton a seu tempo, ou Hollande e Lula Inácio atualmente, são Meio-Presidentes, que controlam certos setores sub-divididos das burocracias Estatais...)
E não por acaso, em 1914 e em 1939, os propagandistas apresentaram as demandas unilaterais das nações como “as razões para a Guerra!”... É o próprio jogo do Kabal que se oculta e se exerce sob a propaganda da midia corporativa, orquestrada, amestrada.
Fica inteiramente evidente para os observadores atuais que o celebrado Daesh é uma tropa de sub-humanos, talvez mercenários clonados em série, enviados para o terror e para morrer: depois que eles dizimam as populações, tropas da Otan devem ser enviadas para “libertar os países invadidos pelo Daesh”. É vergonhoso como este blefe de puro cinismo é apresentado para justificar as invasões de Afeganistão, Iraque, Líbia, Síria, como parte dos “interesses ocidentais”, aos quais Russia, Iran e China estariam apenas contrapondo seus próprios “interesses nacionais”, disputa pelo petróleo, e assim por diante.
eng.syria.mil.ru/
telegraph.co.uk/saudi-arabia-destabilising-arab-world-german-intelligence-warns
actualidad.rt.com/rusia-actuara-dureza-aniquilar-amenaza
actualidad.rt.com/alemania-arabia-saudita-financiar-islamistas
actualidad.rt.com/saudita-eeuu-ei-cambio-occidente
actualidad.rt.com/paises-no-sabian-parte-coalicion-arabia

O governo da Turquia envia mercenáros para invadir a Síria na fronteira próxima ao Mediterrâneo, em seguida diz que está protegendo “turcomenos locais”; isto é, não é a Síria que invade a Turquia para reconquistar sua antiga província [e capital Selêucida] de Antioquía [atual Antakya]; a aviação dos EUA e aliados bombardeiam tropas da coligação Árabe-Síria na mesma região; o chefe do Califato da Turquia, macabro Conde Nagodre, envia mercenários e suporte militar para invadir o Iraque, espalhar o terror, e fazer o transporte de caravanas de caminhões de óleo cru e refinado roubado de Mosul, para serem vendidos no mercado internacional pela família Nagodre, no terminal de Iskenderun...
Passam-se anos, o governo Assad estava derrotando os invasores "islâmicos" em 2014, quando novas levas de covardes mercenários aparecem, vindos pela fronteira turca, promovidos pelos serviços secretos dos EUA, Israel, Arábia Saudita. A Russia e Iran esperam um ano inteiro para dar a resposta militar. Quando o bombardeio russo começa a limpar o formigueiro do Daesh, um sanguinário atentado é realizado em Paris, de modo que a mobilização dos “membros da Otan” agora se faz também necessária contra o Daesh, na Síria, no Iraque, sem permissão dada e entrando no espaço dos russos... Nagodre, à luz do dia, se transforma em seu oposto, o chefe de governo Erdogan, e envia tropas a Mosul, agora a pretexto de combater o Daesh, e diz apoiar milícias Kurdas, enquanto a maioria do povo Kurdo (e a milícia socialista local) combatem as tropas do governo turco.
O Senador-Mercenário Mác-Cáíinn se reúne com os Daesh na Líbia, dando um forte abraço e armas; em seguida, os governos da Arábia Saudita e Katar, com apoio dos EUA, dizem que querem enviar cerca de 100 mil soldados para invadir o Iraque em prol de combater o Daesh (ou todos os outros parecidos, de nomes diferentes) que foram por eles criados e financiados a peso dos petro-dólares.

















Donetsk, agosto de 2015: Bombardeios dos Nazistas Ucranianos dirigidos à população civil durante a suposta trégua


A previsão otimista do início de Outubro [página anterior] somente em parte se concretizou... A maioria dos militares da Otan realmente parecem continuar confortáveis em seus assentos, mas as notícias começam a chegar de uma forte oposição de setores do Pentágono à política da Casa Branca na Síria, Iraque e Afeganistão, o que explica as incongruências declaratórias do “governo” dos EUA, e as intermináveis ações furtivas.
Isso explicaria enfim, a razão para a permanente “moderação excessiva”, e lentidão nas respostas, dos governos da Russia e da Pérsia – sempre à espera de uma redentora revolução republicana nos EUA, já anunciada, e decantada em sofridos versos, desde 2002. E da mesma forma, em relação à França e Alemanha, pode-se perceber que os Russos preferem se entender com seus aliados diplomáticos naqueles países, do que dar motivos para o Kabal deslocar mais tropas. O Ministério das Rel. Exteriores da Alemanha, e algumas fontes do serviço de inteligência estatal, fizeram pesadas críticas públicas à política dos Sheiks da Arábia Saudita, sendo a seguir desautorizados pelo “governo” alemão.
Mesmo assim, é difícil se entender como a propalada cobertura dos mísseis S-300 e S-400 do cruzador junto ao litoral deixou passar ataques aéreos dos EUA a tropas árabe-sírias, e a movimentação dos caças turcos, que atacaram “à traição” o bombardeiro russo, e as incursões aéreas e de mísseis de Israel, matando um líder do Hezbollah nos subúrbios de Damasco - ! E ainda: qual é mesmo a sinistra participação do governo zionista de Israel neste conflito, ainda tolerada por Russos e Persas??
Mais uma vez, os chefes de inteligência do Kabal conseguem de novo mobilizar alguns militares desmiolados carreiristas e bandos de mercenários contratados com técnicas de mind-control, para reacender o noticiário de guerra e de falsos atentados-muçulmanos, feito pela mídia corporativa, o que enfim realmente justifica uma nova guerra, sempre insinuada como “guerra total/guerra final” no típico jargão paranóico e desolador do Kabal... Entretanto os Russos e seus aliados, incluindo aqueles nos setores das sociedades ocidentais, respondem com guerras limitadas, e com estratégias a longo prazo, esperando um milagre dos Céus...
Sem o milagre, algumas populações, que tinham vida estável, sofrem amargamente a perda de suas vidas e de seus habitats...

syrianfreepress.wordpress.com/
zerohedge.com/isis-oil-trade-full-frontal-raqqas-rockefellers-bilal-erdogan-krg-crude-and-israel



















Rogozine e Patriarca na Sessão especial da Junta do Min. Defesa da Russia em 11 de dezembro. Se o político nacionalista Rogozine fosse o Chefe de Governo, a história militar recente da Russia seria bem diferente, e os Ocidentais devem agradecer por isto. Enquanto no Ocidente, os governantes precisam mobilizar tropas que não têm justificativas para lutar, na Rússia ocorre situação inversa: as tropas desejam vingar os golpes fascistas, mas é o Kremlin que recomenda prudência. Rogozine é Vice-Primeiro Ministro.

As classes-médias-entediadas a tudo assistem com desprezo em suas poltronas, através do jornal corporativo: quem será o culpado de tudo?
As burguesias sinceras continuam tentando produzir e organizar a República, enquanto as burguesias-entreguistas ajudam o Kabal e a TV Globo a formatar a realidade para as classes-médias-insolentes, que acham que não têm “nada a ver com essa sujeira toda”, isso é coisa “dos políticos”; os trabalhadores que têm emprego continuam com as nove horas, e duas a quatro horas de transporte, diárias; e os que não têm emprego tentam sobreviver; o Sol às vezes está a 40 graus nos setores proletários do Rio de Janeiro...
Os culpados-de-tudo-a-nível-nacional só podem ser: a Kretina Mídia Amestrada, em associação com a Burguesia Entreguista, e as Classes Médias Displicentes... O discurso das classes-médias-auto-complacentes serve para pôr a culpa nos políticos, quase todos amestrados, enquanto as ações internacionais do Kabal em cada país permanecem não observadas. Porém as burguesias, as republicanas, e as entreguistas, sabem que a Estória é bem outra, sendo respectivamente pragmáticas, ou cínicas, com respeito ao Imperialismo.


John Perkins lança 2o livro:
youtube.com/watch?v=uQfHeFlXHKY
obs-- O depoimento de Perkins é atualmente decisivo para se compreender a política internacional... Entretanto, mesmo como ex-agente "chacal" das multinacionais, se apropriando da economia de diversos países "em desenvolvimento", Perkins não percebe aquilo que é patente para os analistas civis e dissidentes ianques: que os chefes políticos nos EUA e na direção das Corporações não tiveram o mérito inicial de organizar as ações imperialistas; porém somente enquanto tutelados pelas verdadeiras Elites Internacionais. Os EUA, a rigor, foi o primeiro país "invadido pelo imperialismo", o que deu sequência a todas as outras invasões...

no Video: Sessão Estendida da Junta do Min. da Defesa, em 11 de dezembro – veja o depoimento histórico nos semblantes dos generais russos – Esta solenidade formal é o retrato de como a sociedade russa se vê a si mesma... Ou seja: como ela se leva a sério, ainda que a modo dos pesados emblemas antigos; em contraste com as manifestações de frivolidade quando se apresentam as figuras militares no Ocidente.
eng.mil.ru/en/news_page/country/=12071638@egNews
eng.itogi2015.mil.ru/

Presidente da Russia conversa com 1.300 repórters por 3 horas – missão impossível para os mandatários-fantoches ocidentais
actualidad.rt.com/video/putin-turquia-siria-rueda-prensa
youtube.com/watch?v=AzQk-5g3-O8

zerohedge.com/2015-12-20/americas-ship-sinking
Veja aqui um típico militar de carreira dos EUA, ex-Assessor de Seg. Nacional, expressando com todas as letras seu desencanto patriótico com o “complexo militar-industrial”, que produz “guerras incessantes e ineficazes”, destruindo o orçamento nacional, com o Estado Ianque devendo 18 trilhões... Em contraste com muitos dissidentes do regime Skull&Bones nos EUA, o coronel Wilkerson não se expressa no jargão tradicional saudosista dos liberais... Seu discurso é “de esquerda” [ou será “pragmático”?] -- demonstrando que o imperialismo vai muito além das necessidades do capitalismo industrial e comercial, denunciando a plutocracia das 400 famílias, etc. Segundo Wilkerson, o capitalismo produtivo [=income] foi substituído pelo capitalismo “secundário”, isto é, rendimentos de capital, especulação... que lucra com as indústrias de guerra, etc.
Wilkerson se esforça para explicar que a corrupção no orçamento militar, e os milicos lobbystas das indústrias de guerra, não são uma questão judicial, onde se possa “punir os culpados”... É exatamente um “efeito estrutural”!
obs-- Para quem puder acompanhar no original a fala do coronel [clique p/legendas automáticas] até o fim, há muito mais ainda deste dissidente ianque, do partido Republicano, que denunciou toda a manobra do gov Bush na invasão do Iraque, assim como as torturas de prisioneiros em Guantânamo e Iraque – depois de ter servido na mesma operação, sob o comando de Collin Powel. Ao final o coronel concorda com a repórter Abby Martin em que a solução é “Revolução na América”.

E aqui a confirmação de que alguns setores do Pentágono trabalham contra a CIA e contra as ordens do Kabal dentro do gov Ianque na Casa Branca
actualidad.rt.com/brecha-poder-pentagono-inteligencia-assad-hersh
lrb.co.uk/seymour-m-hersh/military-to-military
zerohedge.com/seymour-hersh-bombshell-us-military-shared-intelligence-assad


ATENÇÃO FASCISTAS: Vejam como Vocês vão Terminar!!

















Nem o Chefe dos Banqueiros Soros, nem o FMI, nem a CIA, nem o vice-Zionista Joe Biden conseguiram evitar o fim do gov Poroshenko-Waltzman: o Primeiro-Ministro neo-Nazi Vampiro Yatseny-hulk foi acusado pelso colegas de ter roubado a verba do FMI. As claques neo-nazis de Yarosh voltam a incendiar a cidade, exigindo a deposição do Presidentinho. Vampiro é arrastado de modo desconfortável da tribuna no Parlamento. Shaaskavili, aquele super-demente que foi processado e expulso da Georgia, volta à cena como "governador de Odessa" [sem dúvida um "acerto" com a CIA, etc]. O Demente acusa o neo-Nazi Avakov, e Vampiro, de corrupção. Na sessão presidida pelo Presidentinho, o Demente baba a gravata mais uma vez, e é acusado pelo Presidentinho e Vampiro de estarem insultando a Ucrânia, uma província que não é um País.

Wednesday, October 7, 2015

12 Anos depois - Russia, China e Persia
-- Neutralizam Programa Imperialista


Relevos no Templo de Baal Shamin, em Palmira, do tempo babilônico [séc. 17 a.C.], reformados pelo Imperador Adriano em 130 ad – relíquias agora destruídas pelos bandos de trogloditas robotóides clonados

Uma semana depois de iniciados os ataques da aviação russa contra os mercenários clonados-de-bin-laden, não há sinais de que os anglo-zionistas possam dar qualquer resposta militar específica, nem contra-atacar as forças russas. De modo discretamente espetacular, a marinha chinesa [um cruzador e/ou porta aviões, cf. senador russo] está atravessando o Suez para escoltar a base de Tartus; e o cruzador Moskova, lançador de mísseis infalíveis S-300, impede agora que a aviação da Turquia e de Israel façam qualquer ataque na Síria, em apoio operacional aos terroristas embriagados da cia-blackwater-mossad-katar-ditadura-saudita.
Bibibi Netanyahu não sabe a quem mais recorrer, e Erdogan O Travesso, dá sua última cambalhota, enquanto alguns Sukhoi vingativos riscam os céus sobre suas fronteiras... talvez observando abrigos de trogloditas em terras turcas. A “oposição moderada síria” não existe [cf. Gordon Duff], ou é mais uma variante dos mercenários “al-kaeda”.

eng.mil.ru/en/news
sputniknews.com//russia-missile-systems
hispantv.com/israel-siria-zabadani-ejercito-artilleria
hispantv.com/siria-china-rusia-espacio-aereo
veteranstoday.com/the-strange-case-of-the-syrian-opposition
zerohedge.com/2015-09-27/china-join-russian-military-syria-while-iraq-strikes-intel-deal
english.pravda.ru/25-09-2015/132137-china
port.pravda.ru/19-08-2015/Benayon_oligarquia_imperial





Sub-Secretária da Defesa






Em 07 de outubro não há sinais de que a OTAN possa dar resposta à Russia, China e Iran... e nem seus generais vão mudar de posição nos sofás... A única coisa que podem fazer é mentir como debilóides infantís, como se a aviação russa tivesse um mínimo motivo para “não atacar” os mercenários [e apenas "defender um ditador", como diz a Folha de SP] – nesse caso fazendo exatamente como os ocidentais, que necessariamente fingiram atacar as hordas de mercenários durante todos estes meses em que o noticiário se encheu de atrocidades contra os civis árabes.
Enquanto Obama, Merkel e Cameron são apenas porta-vozes de pautas que eles recebem de seus masters-controladores, os quais realmente perderam o controle, o governo russo age exatamente dentro do padrão formal republicano que os ocidentais fingem exibir.
O governo da Russia tem repetido incessantemente que não deseja “enviar tropas”. Na mesma proporção, há inúmeros depoimentos de que o Iran, com o Hezbollah, desejam ardentemente “enviar tropas”. O governo do Iraque, declarado “aliado” de Iran, Russia e Síria, pode a qualquer momento “requisitar apoio militar” ao Parlamento e Executivo russo.
Como já caracterizado desde os atentados Set-11, invasão do Iraque, e invasão da Líbia, a ação militar russa, chinesa, e do Iran, ocorre com 2 a 12 anos de atraso. Os cidadãos em todos os países russos e asiáticos, e em todos os setores esclarecidos no Ocidente, desejam ardentemente o fim da ação imperialista do kabal anglo-zionista, e o desmonte da OTAN e do Estado Fascista-Zionista de Israel.

actualidad.rt.com/rusia-aviones-buques-siria
actualidad.rt.com/eeuu-irak-rusia-presionar
actualidad.rt.com/irak-solicitar-ataques-rusia
hispantv.com/iran-yemen-crisis-arabia-saudi
actualidad.rt.com/occidente-arabia-saudita-terrorismo
presstv.ir/iranian-commander-syria-general-hamedani
eng.mil.ru/So_no_sofa_Videoconference_14_oct
english.pravda.ru/01-10-2015/russia_syria_isis
tass.ru/defense/829187
sana.sy/es/?p=31240
syrianperspective.com/

thesaker.is/syria-oct-14-2015-the-chinese-approach/
activistpost.com/us-bombs-syrian-civilian-power-stations
southfront.org/jordan-joins-russian-anti-isis-coalition-coordination
veteranstoday.com/2015/10/21/israeli-general-captured-in-iraq-confesses-to-israel-isis-coalition/
presstv.ir/2015/10/10/us-warship-persian-gulf
hispantv.com/Irak/Masum-agradece-papel-Iran


Mais de duzentos turistas russos dizimados em atentado: não seria necessário consultar páginas e links para se concluir que o 31 de outubro, e o bem filmado e divulgado atentado do dia 13 de nov [Charlie Hebdo, etc, etc] são FALSE-FLAGs, concebidos para alastrar o pânico, pôr exércitos em movimento, e massacrar populações árabes.
No início de novembro a principal versão para a queda do avião era a de uma bomba plantada no bagageiro, no setor de serviços do aeroporto. Entretanto, alguns autores, Gordon Duff, Fulford e outros, apontaram os serviços secretos militares nato-sionistas como responsáveis. E não sem bons motivos, uma vez que os exercícios militares aéreos da otan-israel, cognominados "bandeira azul" estavam sendo realizados a poucos km do local da queda, próximo à fronteitra com o Sinai... Alem disso, Israel possui na mesma região uma estação de captação/emisão de sinais, que poderia ter emitido sinais p/ a detonação de uma bomba e/ou apagamento das comunicações da aeronave...
Gordon Duff defendeu a tese de uma perfuração de estilhaços [shrapnel] de um tipo de míssel atingindo a aeronave por baixo e deixando as aberturas de saída por cima:
veteranstoday.com/2015/11/11/
Entretanto, no dia 17 nov, o Kremlin deu nota oficial do inquérito dos serviços de inteligência, confirmando a explosão de "uma bomba a bordo da aeronave".


Veja porque o governo da Russia demorou demasiado em agir. Desde 2013, Russia e Iran já poderiam ter fechado as fronteiras Sírias; e da mesma forma, impedido o genocídio no Iraque e na Líbia. É a população civil que paga amargamente pelo “excesso de moderação” diplomática russo-chinesa... Enquanto a mídia corporativa consegue impingir a cada novo dia a imagem de um governo russo expansionista, exatamente o contrário está acontecendo no mundo real.
actualidad.rt.com/terroristas-ei-siria-ejecutar-poblacion
lifenews.ru/news/165854
presstv.ir/2015/10/24/turkey-fisherman-refugee-aegean-sea
rt.com/syria-latakia-refugee-camps/
hispantv.com/daesh-vende-a-decenas-de-mujeres-izadies
hispantv.com/irak/daesh-profesor-fisica
presstv.ir/israeli-settlers-alKhalil-Azzam-Shalaldeh

Os Peshmerga são os militares kurdos. Desejam autonomia desde o desmonte da ordem Otomana:
hispantv.com/peshmerga-irak-sinyar-daesh-aldeas



Moskova é a capital da Russia; a antiga capital foi Kiev, fundada por Vikings no séc. IX... A Russia resulta de uma mescla cultural e genética favorável de vikings e eslavos, sob influência da igreja ortodoxa constantina, o que não ocorreu nas outras nações da região... A igreja ortodoxa é mais séria, mais tradicional e coerente que suas concorrentes ocidentais romana, católica e protestante, envoltas em permanentes cisões e mistificações ao longo dos séculos... O atual regime russo é uma típica república burguesa, transparente para seus súditos, porém de estado-forte devido às intervenções imperialistas do nazismo, dos anos 90, e atuais... Vladimir do Kremlin responde por uma cadeia de comando, de conselheiros, e ao Parlamento... A Mídia Escravizada Amestrada no Ocidente parece não conseguir ver direito... Certos fatos da realidade Geográfica e Histórica...







Palmira











Texas Militia Man, que é um comunista ianque, e Ramzán Kadírov, chefe do Executivo (da Rep. Russa) da Chetchênia, estão entre aqueles que estão pedindo-a-deus para lutar contra os mercenários... Kadírov, como adepto religioso do Corão, tem bons motivos para odiar os homens-bomba que invadiram seus país, a pretexto do mesmo Corão (sendo eternamente-grato a Vlad do Kremlin por tê-los expulsado).
Os líderes do Hezbollah e do regime muçulmano da Pérsia, como principais adversários [no sentido da Infantaria] de Arábia Saudita, Katar e Turquia, estão na mesma condição que Kadírov. No Ocidente [digamos, no Rio de Janeiro, do Leme ao Leblon], a kretina mídia amestrada conseguiu convencer a todos que "árabes e muçulmanos" são "todos iguais"...
Os regimes despóticos da Arábia Saudita e Emiratos não são retratados como "ditaduras" quando retalham e dizimam seus súditos, ou nem siquer são retratados. O New York Times pinta de "ditadura", sem justificar, o regime da família Assad, e não explica como eles conseguiram sobreviver 50 anos ao assédio imperialista, sendo plenamente reconhecidos pela população!
actualidad.rt.com/chechenia-kadyrov-infanteria
journal-neo.org/american-risks-life-to-fight-facists-in-ukraine




Assim viam os Otomanos a divisão das províncias [1453 - 1918]


Qual o significado de Israel?

governo-washington.blogspot.com/16-artur-koestler-e-sionismo
governo-washington.blogspot.com/pagina-do-imperialismo-zionista
veteranstoday.com/a-tale-of-two-kingdoms-israel-and-judea
sionismo.net/historia/invencao-terra-israel-shlomo-sand/
citadino.blogspot.com/a-confirmar-se-o-genocidio-de-seis

O que Arthur Koestler e Shlomo Sand estão tentando dizer é que os “judeus” não são correspondentes aos “hebreus” da antiga nação, sendo nesse sentido “inexistentes”, enquanto "povo" e "nação".
Entretanto, Koestler é muito claro quando defende uma existência relativa, e pacífica, para uma moderna “Israel”...
"O direito à existência do Estado de Israel ... não baseado nas origens hipotéticas do povo Judeu, ou numa consagração mitológica de Abrãao junto a Deus – porém baseado na lei internacional"...






O Plano de Partição da Palestina de 1948, sob os auspícios da ONU, tem um desenho absurdo, como se uma geografia de contradições se revelasse nas negociações entre o governo inglês e a casa Rothschild. Os dois pontos de estrangulamento mútuo dos dois Estados previstos não parecem coincidir com planos de mentes sadias de europeus civilizados.














Por uma questão de civilidade, pacifismo, e conveniência demográfica internacional, o número de cerca de 800 mil “judeus” internacionais que emigraram para a Palestina estariam numa proporção compreensiva até o final dos anos 40... Presumivelmente 1,6 milhões seria talvez um número total máximo até os anos 70... [ou seja, 10% a 20% dos 8,4 milhões atuais].
Para aqueles que, no mundo árabe ou em Londres, aceitaram esta idéia, estes emigrantes teriam convivência econômica com as comunidades árabes, e seriam recebidos como parentes distantes, fugindo de conflitos europeus.
Uma geografia razoável para estas colônias de “judeus” seriam dois territórios, um ao norte, entre o litoral de Acre, o Mar da Galiléia, e a fronteira com o Líbano; e outro ao Sul, abaixo de Jerusalém, em torno do Mar Morto, incluindo parte da Jordânia, com acesso rodoviário ao porto no Mar Vermelho (Eilat), mas não incluindo o litoral, onde está Tel Aviv [ex-bairro de Jaffa]. Estas duas províncias seriam ligadas por extensão rodoviária ao longo do Rio Jordão, mas com um setor intermediário internacional centrado em Jerusalém, conforme os esquemas ingleses de 1937-47. Todo o resto do território, todo o litoral desde Gaza [a], de Jaffa até Haifa, e o restante da Jordânia, deveriam compreender uma única nação local, árabe.

Esta divisão hipotética estaria refletindo, apenas vagamente, as duas províncias da antiguidade, Judéia e Israel [920 até 597 a.C.] [b]; e da mesma forma estaria, apenas simbolicamente, dando reconhecimento mítico aos 3.000 remanescentes da idade média [cf. historiador Ramini] que reivindicavam costumes hebreus, na Palestina, em meados do séc. XIX. [c] Entretanto, esses precedentes não seriam justificativa para que estas terras fossem doadas - conforme Koestler, a justificativa seria o acordo de interesses cívico internacional.

A Tripa de Emigrantes Neo-Israelitas cortaria o Estado Árabe apenas segundo um eixo rodoviário norte-sul, através da Cisjordânia, onde haveria um estado internacionalizado centrado em Jerusalém, e através dos desertos do Sinai... Os Emigrantes trariam grande cooperação econômica, haveria um esforço coletivo para trazer água das montanhas para todos, e... “todos seriam felizes para sempre”... porém, fica claro que esta benevolente geografia somente seria possível se fossem efetivos os termos pseudo-humanitários em que a Liga das Nações [e depois a ONU] e o governo inglês apresentaram a proposta internacionalmente, desde o fim da primeira guerra mundial. Os aspectos “conspiratórios” da fundação e expansão de Israel estão por todos os lados, não só pela monumental expansão demográfica e militar.

Uma certa “história oficial” é escrita pelos neo-israelitas, para correlacionar versões bíblicas, dadas como “história oficial canônica”, com os fatos desde a divisão colonial do Império Otomano... A Veneranda História dos Hebreus estaria demonstrando que:
1) Eles sempre existiram com uma mesma identidade desde os tempos genéticos de Jacob e sua conversão/luta moral com Deus [circa 1400 a.C.]
2) Por esta razão teriam direito a voltar subitamente a suas terras históricas, em levas crescentes, vindas de mesclas em todos países do mundo, a partir dos anos de 1920...

O sítio JewishVirtualLibrary.org representa os neo-israelitas: estes são aqueles que se deixaram levar pela propaganda zionista, comprando a idéia de que “têm direito de morar em Israel”, porque são “descendentes dos Hebreus”. Os Zionistas são aqueles que sabem que a propaganda neo-israelita é somente instrumento para a ocupação e o jogo imperalista.

As premissas para a re-ocupação neo-israelita são:
1) O Povo “Judeu” se estabeleceu e deu desenvolvimento à Terra (de Israel)
2) A comunidade internacional conferiu soberania política na Palestina ao "Povo Judeu"
3) O território foi capturado em guerras defensivas
4) Deus prometeu a Terra ao patriarca Abrahão (e a Moisés; e Joshua)
jewishvirtuallibrary.org/jsource/myths/roots
Em todos os detalhes podemos observar a falta de consistência de tantas teses insustentáveis:
1) O "estabelecimento na Terra" se deu de modos diferentes, em épocas muito descontínuas ao longo de 3.250 anos, por povos (grupos sociais, etnias, tribos) diferentes
2) Não a "comunidade internacional", mas burocratas governamentais a soldos secretos de ordens de elite. A idéia de que "os árabes eram uma população dispersa e sem raízes", é utilizada para neutralizar a criação do Estado Árabe Palestina-Jordania. A mesma idéia é utilizada para justificar a criação de Israel: "Nosso povo estava disperso, precisamos reuní-los"... [assim trabalha o zionismo!!]
3) Sendo as guerras árabes por sua vez defensivas, em função do retalhamento do Império Otomano feito pelos imperialistas, e do extermínio de famílias palestinas em Jaffa e Haifa, feito pelas gangues zionistas.
No item 4 não se trata da sustentabilidade da tese - apenas um sinal ou recado displicente arrogante...































Mapa da Cananéia, do séc. I ad, época da dominação romana.

[c] Um número estimado em 10.000 pessoas seria a população dos descendentes "espirituais" dos hebreus na Judéia, Samaria e Galiléia ao final do séc. XIX, identificados pelos laços religiosos que os uniam ao Templo em Jerusalém; e isto já contando com os primeiros emigrantes. Não é um número significativo, em comparação com a quantidade de Palestinos igualmente descendentes, genéticos, dos antigos Cananeus; e em comparação com as comunidades religiosas de hebreus e de outras religiões/culturas antigas, em todo o mundo...
Depois de 1881, as primeiras levas de imigrantes foram promovidos pelos zionistas, quando ainda o território pertencia ao Sultanato Otomano. A Monarquia Inglesa e a Casa Rothschild estavam desde 1876 construindo o Canal de Suez, em arrendamento com o Sheik do Cairo. Depois do fim da primeira guerra, uma nova leva de imigrantes foi promovida. Nos anos 30, antes que os nazistas começassem a perseguir os judeus na Alemanha, e com apoio de transporte naval do governo alemão, mais outra leva de imigrantes chegou em Jaffa. E depois do fim da segunda guerra - em número cada vez mais crescente.


[a] Os antigos Philisteus são a origem do nome Palaistinê-Palaestina, para a designação greco-romana da Cananéia.
Os Philisteus podem ter chegado no litoral Sul da Cananéia [Gaza] na mesma época [1250], ou logo após, em que os hebreus entraram militarmente (Joshua) nas colinas em torno do Mar Morto e Mar da Galiléia (Judéia, Samaria, Galiléia).
Os soldados de Joshua dizimaram implacavelmente os civis Cananeus. Os conquistadores e Reis Hebreus em tudo foram semelhantes aos Assírios, Egípcios, Gregos e Romanos: na violência militar; nas crises de príncipes hereditários, esposas e concubinas; nas revoltas de tribos e súditos.
Os Philisteus haviam chegado à Cananéia como “povos do mar”, tidos como europeus que "conheciam o ferro". Desde o período 1000-930 a.C. de máxima expansão do reino dos Hebreus, os Philisteus sempre se mantiveram adversários dos Hebreus, e nunca se mesclaram ou se submeteram ao seu Reino.
Os Palestinos de Gaza poderiam sustentar um mito semelhante ao dos neo-israelitas e zionistas: Que eles têm perfeita continuidade com os Philisteus; que eles sempre foram invadidos e pilhados pelos Hebreus; que sempre defenderam suas terras, morando no mesmo lugar, com os mesmos costumes... Todas as transformações sociais de 3 milênios seriam ignoradas.

[b] O que se poderia considerar a nação do antigo Reino de David-Salomão, as duas tribos Judéia e Israel, como o povo dos Hebreus, deixa de ter significado a partir das conquistas Assírias e Babilônicas, de 722 até 588 a.C. ... e isso conforme o sítio neo-israelita
jewishvirtuallibrary.org/jsource/History/Kingdoms1.html

"O Reino dos Hebreus, que teve seu começo com a promessa e a glória de David, estava agora [-588] chegando ao seu fim. Ele não reapareceria novamente, exceto por um breve período do séc. II a.C."
"Assim, a partir de 597 a.C. existiram três grupos distintos de Hebreus: um grupo na Babilônia e outras partes da Mesopotâmia, um grupo na Judéia, e um outro grupo no Egito".

Os Assírios se fixaram na Samaria, e exilaram famílias inteiras de israelitas para diversos recantos, de modo que eles se mesclaram, e desapareceram na história. Os Assírios estabelecidos entraram em sincretismo com a religião de Yaveh.
Os Babilônicos também exilaram Judeus e Israelitas para sua metrópole, porém eles foram mantidos como comunidades, que se preservaram culturalmente. Os Persas se tornaram novos senhores da região, e o Rei Kyrus decidiu mandar os Hebreus de volta para a Cananéia em 538, o que resultou num certo renascimento nacional, e refundação do Templo de Jerusalém em 516 a.C.
Desde este período, atravessando os séculos da dominação macedônica (selêucida) e da dominação romana, as duas províncias dos hebreus nunca mais voltaram a ter autonomia nacional. No ano 135 ad, o caudilho militar Bar-Kokhba, cognominado “nasi” (salvador, messias étnico) liderou uma revolta contra o domínio romano, mas não foi bem sucedido.































Esse mapa que retrata o período de maior expansão dos hebreus durante a monarquia de David e Salomão, 1010-930 a.C., parece sofrer das mesmas pretensões que os zionistas e neo-israelitas atuais... A proposição de que as fronteiras do novo reino se estendiam até o rio Eufrates, incluindo toda a Síria, é relativa, durou muito pouco tempo, e foi somente militar, não no sentido de povoamento e colonização. Logo após 930, o controle territorial de Jerusalém diminuiu bastante, e os hebreus ficaram concentrados numa faixa nas montanhas em torno do vale do Rio Jordão, até a chegada dos Assírios em 722.
Os Fenícios, que eram aliados e sócios comerciais de Salomão, certamente dominavam uma porção bem maior do litoral do que o indicado. E, da mesma forma, os Philisteus, adversários constantes, parecem ter seu espaço [em verde] boicotado nesta representação, tal como nas campanhas atuais...

É evidente que a cada nova sucessão histórica das jurisdições, fenícios, hebreus, assírios, babilônicos, persas, egípcios, macedônicos, romanos, árabes, otomanos e modernidade, a Cananéia passou por diversas misturas físicas e de costumes, sendo formadas sempre novas sociedades, da qual todos são descendentes. Além do mais, a descendência física de uma povo, não significa que alguém possa reivindicar “a mesma terra dos antepassados”... Para cada remanescente atual dos povos-nações da antiguidade este precedente criaria contradições intermináveis... Os índios na América do Sul deveriam exigir judicialmente todas as terras na região central amazônica, e fundar suas próprias dinastias... E os Kurdos, porque não recebem apoio da “comunidade internacional"...?

Os descendentes dos antigos Hebreus se espalharam pelo mundo desde a invasão macedônica [320 a.C.], e se tornaram multiplicadamente variados e miscigenados. Muito mais descendentes de Hebreus se espalharam pelo Mediterrâneo, se estabelecendo em Roma, na Grécia, Egipto, norte da África, Síria e Anatólia, do que aqueles que permaneceram na Cananéia. A idéia de uma “diáspora” provocada por Romanos intolerantes no séc. I ad, não é confirmada pela vida venturosa dos hebreus de Alexandria, mais numerosos que em Jerusalém. Os cultos e educados 70 sábios hebreus de Alexandria compilaram e re-escreveram em grego no séc. I a.C. o Velho Testamento – legenda religiosa mesopotâmica, porém fazendo recurso a termos e concepções do paganismo órfico e jônico... [e]

[e] As concepções de demiórgos [Deus Criador Panteísta]; pneuma [substância sensível universal]; e logos [ordem universal expressiva], foram re-assimiladas para significar Deus [no sentido absoluto platônico], espírito santo e verbo divino. Epicteto e a Sabedoria Estóica [1996], J.J.Duhot, Ed. Loyola, 2006.


Entretanto, uma certa continuidade de credo religioso, e um direito insondável, fazem necessária a existência do “judeu internacional”, “judeu da diáspora”, mesmo quando, em alguns casos, ele é ateu, mora em N.Y., é trotskista, anti-sionista, etc.
Pirenne [f] faz uma bela reconstituição da vida no Mediterrâneo, nos séculos I a VII ad, quando o mundo greco-romano viveu a estabilidade civilizada centrada em Byzantium, que Roma não desfrutava mais. Os descendentes hebreus se espalharam pelo Mediterrâneo ativamente, sendo estimados em todos os portos como bons comerciantes, como burgueses cosmopolitas, cultos e educados, auto-confiantes... e isso exatamente como seus semelhantes fenícios e gregos. (Tornando-se todos eles, possivelmente, classe social).
A distinção exclusiva do hebreu-judeu deste mundo cosmopolita e integrado em que eles viveram nestes primeiros séculos neutraliza a impressão favorável do estudioso sobre estes descendentes e emigrantes auto-disciplinados, que souberam manter seus costumes e se integrar nas comunidades... [e trazendo alguns ofícios cabalísticos desconhecidos!].
[f] Maomé e Carlos Magno, [Contraponto 2010], Henri Pirenne [1862-1935]